Leclerc frágil e Binotto poupado: como imprensa italiana reagiu ao GP da França

Mídia italiana criticou Charles Leclerc pelo acidente que impediu vitória no GP da França em Paul Ricard. Mattia Binotto foi poupado pela La Gazzetta dello Sport

F1 2022: LECLERC BATE E VERSTAPPEN VENCE GP DA FRANÇA DE FÓRMULA 1. HAMILTON É 2º | Briefing

A imprensa italiana reagiu nesta segunda-feira (25) após o acidente de Charles Leclerc durante o GP da França. O monegasco da Ferrari liderava a prova em Paul Ricard quando rodou sozinho e bateu, dando a vitória nas mãos de Max Verstappen, da Red Bull.

O resultado deixou Leclerc muito atrás no campeonato, com 63 pontos de desvantagem para o rival. Na batalha entre os Construtores, a Red Bull também tem boa distância para a Ferrari, com 82 de diferença e 10 corridas restantes.

Relacionadas


Mauro Coppini, do Corriere dello Sport,, apontou para a fragilidade e o abatimento apresentado por Charles nas entrevistas após o acidente, justamente em um momento onde a Ferrari deposita toda a confiança no piloto para brigar pelo título.

“O que chama a atenção é a atitude pós-corrida. Muito parecida com o de uma criança envergonhada chamada pelos pais para se justificar por uma brincadeira. Mãos atrás das costas e olhando para baixo. Sinal de uma fragilidade capaz de destruir qualquer talento. E tudo isso no momento em que a Ferrari decidiu entregar a ele o papel de primeiro piloto. Com um Carlos Sainz pronto para o sacrifício. Mas então na pista o espanhol, que largou da última fila para trocar o motor, fez a corrida de sua vida. Leclerc não faz nada além de responder com uma rendição incondicional que corre o risco de passar para a Ferrari toda. A incerteza do francês se torna a incerteza de toda a equipe. Capaz de dar o seu melhor na qualificação, mas muitas vezes se perdendo na corrida. Um campeão incerto pode ser um grande piloto, mas não um grande líder”, escreveu.

▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Charles Leclerc (Foto: Reprodução)

LEIA MAIS: Ferrari descarta problema em acelerador e admite “erro genuíno” de Leclerc na França

Pilotos de equipes rivais da Ferrari foram elogiados, e não apenas o líder do campeonato Max Verstappen, como também Lewis Hamilton e George Russell, da Mercedes.

“E há muitos líderes na pista. A começar por um Max Verstappen, cujas costas são blindadas por sua equipe. E nem todo mundo perde tempo de castigo atrás da lousa. Lewis Hamilton e George Russell estão prontos para escrever em letras grandes naquele quadro. E tudo isso graças também às repetidas quebras de desempenho da Ferrari, que permitiram a recuperação inesperada da Mercedes e da McLaren. Para Maranello, o tempo de lazer acabou. O sino tocou. É hora de voltar para a aula”, completou.

Já Giulio Caronia, do La Gazzetta dello Sport, utilizou a oportunidade para relembrar os pontos desperdiçados por culpa de Leclerc no campeonato e aproveitou para rasgar elogios ao chefe de equipe Mattia Binotto, que comentou após a prova que ainda há muitos pontos a serem conquistados mesmo depois de tantas oportunidades jogadas fora pelo time de Maranello, seja por erros dos pilotos, ou pela confiabilidade.

“Leclerc é um piloto com muito talento, que trabalha duro e faz tudo o que pode. Infelizmente, ele errou, mas admitiu imediatamente e ganhou muita simpatia. Verstappen ficou satisfeito por ter vencido novamente, mesmo sabendo que não tinha o carro mais rápido na França. Isso torna difícil avaliar como as coisas teriam sido sem a batida de Leclerc. No entanto, para se tornar o campeão, você precisa vencer e não cometer erros. Verstappen aprendeu com seus erros do passado e agora é um piloto impecável”, publicou.

A Fórmula 1 retorna logo no próximo fim de semana com o GP da Hungria, no circuito de Hungaroring, em Mogyorod. A 13ª etapa do Mundial será a última antes da tradicional pausa do verão europeu.

LECLERC PRECISA APRENDER A SE PERDOAR APESAR DE ERRO NA F1 2022
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.