Leclerc vê Mercedes e Red Bull escondendo jogo na F1: “Têm muito mais para entregar”

Monegasco considerou que a Ferrari precisa focar nela mesma e se manter com os pés no chão apesar do desempenho positivo apresentado nos testes de pré-temporada da Fórmula 1

DESEMPOLGOU: WILLIAMS FINALMENTE APRESENTA PROBLEMAS NA FÓRMULA 1 2022. E AGORA?

Charles Leclerc acredita que Mercedes e Red Bull estão escondendo o jogo na temporada 2022 da Fórmula 1. Na visão do monegasco, as duas equipes ainda não mostraram tudo de que são capazes nos testes de pré-temporada e, justamente por isso, a Ferrari precisa permanecer focada e com os pés no chão.

A Scuderia fechou o segundo dia de testes no Bahrein no topo da tabela, com Carlos Sainz assegurando o segundo melhor tempo de sexta-feira em 1min33s532. Terceiro colocado, Max Verstappen ficou a 0s479 do espanhol, com Lewis Hamilton registrando sua melhor volta em 1min34s141, em quinto lugar – atrás também de Kevin Magnussen, líder, e Lance Stroll, quarto.

Charles Leclerc avaliou que os rivais ainda não mostraram todas as cartas em 2022 (Foto: AFP)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Enquanto a concorrência aponta para a Ferrari, Leclerc tenta tirar o foco dos italianos e defende que as protagonistas do ano passado ainda não mostraram tudo que podem fazer. O monegasco fez um balanço positivo da F1-75, mas tratou de minimizar o desempenho exibido nos testes, já que considera que tempo de volta não significa muita coisa.

“A consistência está lá, acho que a consistência é boa, o equilíbrio é bom, o que são duas coisas positivas”, comentou Leclerc. “Mas isso não significa absolutamente nada em termos de performance. Sim, não estamos vendo tempos de volta ruins no momento, mas os tempos de volta não significam nada”, ressaltou.

“Tenho certeza de que Mercedes e Red Bull têm muito mais para entregar e estão apenas escondendo o jogo por enquanto”, apostou. “Então a folha de tempos não significa muita coisa, mas, por outro lado, estamos focando em nós mesmos e, por enquanto, não tivemos nenhum problema em particular”, apontou.

Questionado se a Ferrari conseguiu melhorar no aspecto dos quiques registrados em Barcelona, Leclerc afirmou que a movimentação hoje é bem menor nas retas.

“Acho que os quiques não desapareceram, mas estão muito melhores em comparação aos primeiros dias em Barcelona”, comparou. “Essa era uma das nossas prioridades depois do teste de Barcelona, então parece bom, estamos trabalhando bem e, toda vez que nos vemos em uma posição difícil, conseguimos trabalhar para nos recuperar. Então foi positivo até aqui”, avaliou.

Enquanto Mercedes e Red Bull apresentaram novidades externamente visíveis no Bahrein, a Ferrari foi mais discreta nos ajustes na F1-75 entre os testes de Barcelona e de Sakhir. Na visão de Leclerc, isso reforça a necessidade da escuderia de Maranello enfocar a si mesma.

“Não temos um carro particularmente diferente em comparação com Barcelona. Nós, com certeza, entendemos o carro melhor do que nos primeiros dias em Barcelona, mas não é como se tivéssemos conquistado um enorme ganho de performance”, apontou Charles. “Mas é uma abordagem diferente. Vimos que a Red Bull terá outra atualização antes da corrida, que a Mercedes chegou aqui com um carro completamente diferente, então não podemos relaxar, pois eles não forçaram nada”, comentou.

“E, do nosso lado, só estamos tentando conhecer esse carro o máximo que podemos para estarmos o mais preparados possível para a primeira corrida”, concluiu.

Mercedes permanece na pista neste sábado para o último dia de testes de pré-temporada no Bahrein. O GRANDE PRÊMIO acompanha a cobertura da pré-temporada da Fórmula 1 no Bahrein AO VIVO e em TEMPO REAL. A análise acontece no Briefing assim que as atividades em pista acabarem.

LEIA TAMBÉM
+Horner volta atrás e vê legalidade em conceito “muito inovador” da Mercedes
+Sainz minimiza elogios da Mercedes: “Chegam na corrida e acabam com a competição”

HORA DA VERDADE: QUAIS PILOTOS PODEM VENCER CORRIDAS NA FÓRMULA 1 2022?
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar