Leclerc revela surpresa com “ultrapassagem fácil” de Hamilton na sprint em SP

Charles Leclerc admitiu escolha errada de pneus para corrida sprint e se surpreendeu com a facilidade que Lewis Hamilton teve para superá-lo. Ferrarista larga em sexto

F1 EM SÃO PAULO: BOTTAS BATE VERSTAPPEN E É POLE. HAMILTON BRILHA | Briefing

Sétimo colocado na corrida sprint deste sábado, Charles Leclerc largará o GP de São Paulo na sexta colocação, se aproveitando de uma punição recebida por Lewis Hamilton por conta de uma troca de componente do motor. O piloto da Ferrari saiu cabisbaixo após perder posições para o companheiro de equipe Carlos Sainz e para Lando Norris durante a prova.

Em entrevista acompanhada pelo GRANDE PRÊMIO, em Interlagos, Leclerc lamentou a escolha dos pneus. O piloto partiu de médios, enquanto o companheiro Sainz, que foi terceiro colocado, foi um dos que largou com macios e se valeu disso para conquistar o resultado.

“Tive problemas nos pneus dianteiros com o composto médio e, por isso temos de ver o que fizemos de errado como equipe, não foi uma boa corrida. Foi uma sugestão minha de largar de médio e, mesmo assim, temos que buscar compreender o que aconteceu para amanhã”, comentou.

Charles Leclerc durante a classificação para a corrida sprint do GP de São Paulo de F1 (Foto: Ferrari)

Leclerc foi uma das 15 “vítimas” de Lewis Hamilton. O heptacampeão mundial largou em último após ser desclassificado e deu um show, chegando ao quinto lugar e superando Charles. O inglês da Mercedes parte de décimo domingo por cona de uma troca no motor de combustão interna.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

“Esperava uma punição a Hamilton depois do treino de ontem. E quando soube via rádio que ele estava atrás de mim sabia que seria difícil segurá-lo, mas fiquei surpreso como ele fez a ultrapassagem ser fácil, ele fez um grande trabalho”, afirmou.

São Paulo representou a última corrida sprint de 2021, ano em que o formato foi introduzido. Para Leclerc, o fato de ver Hamilton largando da última colocação mostra o potencial do evento.

“Não sei o que pensar, vermos os carros mais rápidos largarem das últimas colocações pode ser uma saída interessante, teria de testar. Não sei quais são os planos da organização, mas creio que vão buscar o que é melhor para as corridas. Foi um experimento muito legal, claro que é uma corrida mais curta, com os carros mais próximos por cerca de 20 voltas, há muito potencial por vir”, concluiu.

GRANDE PRÊMIO acompanha o GP de São Paulo ‘in loco’ em Interlagos com os jornalistas Fernando Silva e Gabriel Curty, além de toda equipe de maneira remota. O GP também segue todas as atividades de pista do fim de semana AO VIVO e EM TEMPO REAL. A largada está marcada para 14h (de Brasília) do domingo.

O flagra do momento em que Max Verstappen checou a asa traseira do carro de Lewis Hamilton em Interlagos (Foto: Reprodução)
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar