Leclerc sofre com equilíbrio, mas vê trunfo da Ferrari: carro fácil de classificar

Força em voltas lançadas é o que anima Charles Leclerc, enquanto Carlos Sainz se mostra bem preocupado com ventania francesa

Arón Canet caiu durante o primeiro treino livre (Vídeo: MotoGP)

O quinto lugar no segundo treino livre desta sexta-feira (18) aplacou o começo mais complicado do fim de semana da Ferrari em Paul Ricard, mas Charles Leclerc ainda nota a dificuldade que é equilibrar o carro para a pista que sedia o GP da França. Mistura de características do traçado e parte climática, com vento e calor, que tornam as coisas complicadas. A Ferrari, contudo, conta com um certo trunfo.

De acordo com Leclerc, a equipe italiano tem a ser favor um carro extremamente fácil de comandar em ritmo de classificação. É uma cara que abre portas para a Ferrari nas corridas e que, acredita o monegasco, vai ajudar novamente caso o time entenda bem como utilizar os pneus de maneira apropriada no sábado.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!
Confira a programação de TV do fim de semana

Charles Leclerc crê no trunfo da Ferrari: ritmo de volta lançada (Foto: Ferrari/Twitter)

“[As dificuldades foram] simplesmente por conta do equilíbrio do carro. Acredito que o dia foi muito difícil para todo mundo, o vento estava forte, deixa sempre muito complicado guiar o carro. Mas é assim para todos”, disse.

“Precisávamos encontrar alguma coisa para dar a volta nisso, e creio que o segundo treino livre já foi um pouco melhor. Mas digamos que ainda há mais em nosso caminho e do que esperamos para essa corrida”, falou.

“O TL2 não foi ruim, mas ainda temos trabalho. Recuperamos bem do TL1, o carro esteve melhor, fiquei feliz. Será muito importante hoje à noite entender tudo que aconteceu, porque amanhã, do ponto de vista dos pneus, temos que acertar as janelas. É bem difícil fazer isso aqui. E o vento… Temos que ter o setup correto, mas o carro é fácil de guiar em volta lançada. Uma vez que acertarmos essas duas coisas [janela de pneus e setup] sei que teremos bom fim de semana”, declarou.

Carlos Sainz reclamou dos ventos em Paul Ricard (Foto: Ferrari/Twitter)
Paddockast #108 – As ‘asas da discórdia’ na briga pelo título da F1

Mesmo com dificuldades de lidar com vento na França, Sainz enxerga Ferrari no caminho certo

Carlos Sainz ficou menos de 0s2 atrás de Leclerc no TL2 e viu o treino de maneira parecida. Gostou um pouco mais do equilíbrio, mas sofreu tanto quanto com a ventania de Castellet.

“Hoje foi bastante complicado. Sabíamos que essa pista seria um desafio para nós na comparação com algumas das corridas anteriores, então hoje foi mais ou menos como o esperado. No entanto, não estamos tão longe e estamos razoavelmente satisfeitos com o equilíbrio do carro”, avaliou.

“O mais complicado foi o vento forte, que soprava nas piores direções possíveis, com vento de proa nas retas e de cauda nas curvas. Isso tornou o circuito desafiador e mais lento. Os pneus macios e duros parecem funcionar bem, então vamos seguir trabalhando hoje à noite para tentar tirar o máximo do carro amanhã”

O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do fim de semana do GP da França AO VIVO e EM TEMPO REAL. No sábado, o TL3 está marcado para as 7h (de Brasília), ao passo que a classificação começa às 10h.

GP às 10: Ocon na Alpine é Russell na Mercedes

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar