“Chato e irritante”: Norris expõe frustração com falha de motor na volta final em Spa

Lando Norris estava próximo de seu melhor resultado na carreira neste domingo (1) - mas o motor Renault da McLaren teve pane na abertura da última volta. Um final frustrante para o britânico, que não escondeu sua decepção

Largando em 10°, Lando Norris logo se viu no top-5 do GP da Bélgica – parte por suas ultrapassagens, parte por problemas dos rivais. De lá até a penúltima volta, o britãnico se manteve em tal posição, que lhe garantiria seu melhor resultado na carreira na Fórmula 1. Mas…

No final da penúltima volta, quando entrava na reta principal de Spa-Francorchamps, o motor Renault de sua McLaren parou de funcionar. E Norris, foi obrigado a encostar o carro, abandonando o resultado sonhado. Quando a bandeirada veio para Charles Leclerc, Norris ainda ficou com o 11° lugar. Frustrante.

No rádio da equipe, não escondeu a decepção, inclusive com palavrões pontuando a tristeza. Confira o vídeo:

Paddockast #31
QUEM NA F1 PASSA DE ANO?

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Verstappen também assumiu que não teve boa largada e que, por isso, perdeu diversas posições rapidamente – antes da batida final.

Após a corrida, ele explicou o que aconteceu. Ou melhor, tentou: "Não sei direito. O motor parou, simples assim. Não sei o que pode ter causado o problema, é muito, muito chato."

"É irritante, principalmente, porque tivemos bons resultados esse ano, mas hoje seria quinto – e saindo de 11°. Parecia que acabaria em sucesso um final de semana em que começamos sofrendo", seguiu.

"O que estava me dando potência, parou de me dar potência. Simples assim", concluiu o triste britânico.

A próxima etapa do Mundial de F1 acontece já no próximo fim de semana com a disputa do GP da Itália, no icônico circuito de Monza. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube