Chefe cobra evolução da McLaren no GP da China: “Ficaria desapontado sem outro passo adiante”

A McLaren andou bem melhor no GP da Malásia do que no GP da Austrália, mas Martin Whitmarsh, chefe da escuderia, acredita que o time deve evoluir ainda mais na próxima etapa do Mundial de F1

O começo da McLaren no Mundial de F1 de 2013 não foi nada bom, e o time somou apenas quatro pontos nas duas primeiras corridas do campeonato – Jenson Button foi nono na Austrália e Sergio Pérez, nono na Malásia. Mas, em Sepang, no último fim de semana, o resultado poderia ter sido bem melhor, já que Button estava na briga pelo pódio até um problema em um pit-stop minar suas chances. Para o GP da China, que acontece daqui a duas semanas, a ordem é dar outro passo à frente, afirmou Martin Whitmarsh, o chefe da equipe de Woking.

Withmarsh reconheceu, mais uma vez, que a performance de sua escuderia está abaixo do esperado – ainda mais para quem terminou o ano passado em alta – e disse que essa situação tem de mudar com as atualizações que foram desenvolvidas na sede do time e serão aplicadas ao MP4-28 em Xangai.

A McLaren, em crise, falhou no pit-stop de Button e comprometeu as chances de pódio na Malásia(Foto: Getty Images)

“Temos bons dados e acho que agora temos a oportunidade de entrar lá e melhorar. Sabemos que o que tivemos [na Malásia] não foi o ideal por vários motivos. Fizemos alguns experimentos, o carro respondeu a alguns desses experimentos e eu ficaria muito desapontado se não dermos outro passo adiante na China”, declarou o dirigente britânico.

O chefe da McLaren ainda disse que o carro tem que ser bom em todo tipo de circuito e não deixar o time esperando alguns eventos nos quais terá maiores chances de obter bons resultados. “Simplesmente temos que melhorar o carro”, disse. “Nós podemos melhorar o carro em relação ao que tínhamos na Austrália. Acho que as atualizações que fizemos [em Sepang] não foram apenas relacionadas ao circuito. Acho que demos alguns passos adiante. Não tanto quanto eu gostaria, mas alguns passos razoáveis”, completou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube