F1

Chefe da Alfa Romeo coloca Mick Schumacher em lista para teste na F1: “Mas não há decisão ainda”

Frédéric Vasseur, chefe da Alfa Romeo, revelou que Mick Schumacher, filho do heptacampeão mundial Michael e que em 2019 disputará a F2, está na lista de pilotos que a equipe pensa em colocar na pista para testes de novatos durante o ano

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Vai se fortalecendo a ideia de que 2019 pode marcar a volta do sobrenome Schumacher à F1: segundo Frédéric Vasseur, chefe da Alfa Romeo, sua equipe pode colocar Mick, filho do heptacampeão Michael, para testar seu carro ainda neste ano.

Vasseur afirmou ao site norte-americano 'Motorsport.com' que Schumacher, hoje com 19 anos, está na lista de possíveis nomes para os testes que serão realizados durante a temporada. Mick estreará na F2 neste ano, pela Prema. A última categoria antes do acesso para a F1 realiza testes de pré-temporada nesta semana, em Jerez de la Frontera.
Mick Schumacher foi campeão da F3 Europeia em 2018 (Foto: Reprodução/Twitter)
"Existe uma lista, e Mick está nela, porque ele é um dos caras da F2 que se encaixam no critério para que se possa participar do teste de novatos", disse Vasseur.

"As possibilidades são bem limitadas. Mas ainda não há uma decisão. Há muitos nomes na lista. Vamos continuar a avaliar as opções disponíveis e discutí-las com a Ferrari", completou o dirigente.

O critério dito por Vasseur é que dois dos quatro testes que cada equipe pode realizar durante a temporada precisam ser feitos por pilotos que têm, no máximo, duas corridas na F1.

A Alfa Romeo tem como reserva oficial, no momento, Marcus Ericsson — que não cumpre este critério por já ter disputado temporadas inteiras da F1. Hoje, o sueco se prepara para estrear na Indy como piloto da SPM.