carregando
F1

Chefe da F1 planeja iniciar temporada de até 18 GPs no começo de julho

Chase Carey afirmou que, apesar do cancelamento do GP da França, a Fórmula 1 segue trabalhando para iniciar a temporada durante o verão europeu e cumprir até 80% do calendário original

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Pouco após a organização do GP da França anunciar que a prova não vai acontecer em 2020, Chase Carey detalhou os planos para a temporada 2020 da Fórmula 1, impactada pela pandemia do novo coronavírus. O diretor-executivo explicou que o planejamento segue sendo iniciar o Mundial em julho, ainda que com portões fechados, e realizar entre 15 e 18 GPs.
 
Até aqui, dez das 22 provas originalmente previstas para 2020 foram adiadas ou canceladas. Austrália, Mônaco e França só voltam em 2021, enquanto Bahrein, China, Vietnã, Holanda, Espanha, Azerbaijão e Canadá ainda torcem por uma data na temporada atual.
 
Em uma declaração ao site da Fórmula 1, o dirigente explicou que “apesar de ter sido anunciado nesta manhã que o GP da França, previsto para acontecer no fim de junho, não seguirá adiante, estamos cada vez mais confiantes com o progresso do nosso plano de iniciar a nossa temporada este verão”.
Chase Carey (Foto: Reprodução)
Paddockast #58
COMO SERIA O GRID DA F1 SEM PILOTOS DA F1?

Ouça:
Spotify | iTunes | Android | playerFM

“Planejamos começar na Europa em julho, agosto e início de setembro, com a primeira corrida acontecendo na Áustria, no fim de semana de 3 a 5 de julho. Em setembro, outubro e novembro, devemos ter corridas na Eurásia, Ásia e nas Américas, terminando a temporada no Golfo, em dezembro, com o Bahrein antes da tradicional final de Abu Dhabi, completando entre 15 e 18 corridas”, completou o norta-americano.
 
Apesar do otimismo, Carey segue realista. Acredita que as primeiras corridas serão realizadas sem a presença do público, mas espera abrir os portões dos circuitos no decorrer do ano. “Nós ainda temos de trabalhar em muitos problemas, como procedimentos para que as equipes e nossos outros parceiros entrem e operem em cada país”, apontou.
 
“A saúde e a segurança de todos os envolvidos seguem sendo prioritárias e e só iremos adiante se estivermos confiantes de que temos procedimentos confiáveis para lidar com os riscos e possíveis problemas”, assegurou.
 
Na mesma oportunidade, o também presidente do conselho da F1 agradeceu o apoio de todos os envolvidos com o campeonato e exaltou o trabalho das equipes que estão envolvidas com o combate à pandemia do novo coronavírus.
 
“A FIA, os times, promotores e outros parceiros chave estão trabalhando conosco ao longo desses passos e nós queremos agradecer a eles por todo o apoio e esforço durante esse período incrivelmente desafiador. Nós também queremos reconhecer o fato de que as equipes estão nos apoiando ao mesmo tempo em que estão focando esforços enormes e heroicos para construir respiradores para ajudar aqueles infectados pela Covid-19”, disse.

Revelou também estar desenvolvendo forte trabalho, em conjunto com a FIA e equipes, para fortalecer o futuro em longo prazo da Fórmula 1 por meio de uma série de novos regulamentos técnico, esportivo e financeiro, que não melhorar a competição e a ação na pista e tornar um negócio mais saudável para todos os envolvidos, principalmente ao abordarmos os problemas criados pela pandemia de Covid-19”, continuou.
 
“Todos os nossos planos, obviamente, estão sujeitos a mudanças, já que ainda temos muitos problemas para lidar e todos nós estamos sujeitos às incógnitas do vírus. Nós todos queremos que o mundo volte a ser aquele que nós conhecemos e estimamos, mas sabemos que isso deve ser feito da maneira correta e segura. Estamos ansiosos por fazer a nossa parte, permitindo que os nossos fãs compartilhem de novo com segurança a empolgação da F1 com a família, os amigos e a comunidade em geral. Nossos melhores desejos a todos vocês”, encerrou.
 
COMO SE PREVENIR DO CORONAVÍRUS:
 
☞ Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel.
☞ Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir.
☞ Evite aglomerações se estiver doente.
☞ Mantenha os ambientes bem ventilados.
☞ Não compartilhe objetos pessoais.


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.