Chefe da F1 vê atitude “inaceitável” de Mazepin e promete reunião com pilotos

Stefano Domenicali comentou sobre o caso de abuso de Nikita Mazepin e reafirmou a importância que os pilotos carregam para a imagem da Fórmula 1 como esporte

Novo diretor-executivo da Fórmula 1, Stefano Domenicali também terá o desafio de manter a categoria na linha da inclusão e da diversidade, e um ponto importante é lembrar os pilotos da importância que eles têm para a imagem do campeonato.

Em dezembro, Nikita Mazepin, novo piloto da Haas, se envolveu em um caso de abuso sexual ao apalpar o seio de uma modelo embriagada dentro de um carro. A equipe resolveu manter o piloto, mas Domenicali apontou que o assunto ainda não foi encerrado, e uma reunião acontecerá para debater o comportamento dos pilotos fora da pista.

“É bem claro que o que ele fez não foi aceitável. Muito direto, mas ele se desculpou e precisamos ter certeza que, na discussão que teremos, que eles entendam que não podemos brincar com certas coisas. Não é possível. Eles são muito importantes para não entenderem o modelo que devem abraçar”, comentou o novo diretor-executivo.

NIKITA MAZEPIN; FÓRMULA 2;
Nikita Mazepin correu na Fórmula 2 em 2020 e estreia na F1 no próximo ano (Foto: ART Grand Prix)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Em 2020, a Fórmula 1 lançou a iniciativa ‘We Race As One’ (Corremos juntos) para promover diversidade. Para Domenicali, o grid jovem da Fórmula 1 precisa entender o papel carregado como embaixadores do esporte.

“Eu quero que eles entendam a importância do valor deles, o papel de embaixadores da F1. Nunca tivemos tantos jovens talentosos e não podemos perder a oportunidade de fazer eles entenderem que são mais do que pilotos. Eles têm uma grande responsabilidade, são a face do esporte”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube