Chefe da Ferrari garante que manterá projeto da Academia de Pilotos para temporada 2016

Apesar dos poucos resultados em comparação com o projeto de formação de pilotos da Red Bull, Maurizio Arrivabene deixou claro que a Ferrari vai manter seu programa de desenvolvimento de jovens talentos para 2016 e além

Maurizio Arrivabene, chefe de equipe da Ferrari, negou que vá encerrar o projeto da Academia de Pilotos da Ferrari, formada em 2009. Nascida com o propósito de desenvolver os seus próprios pilotos para a F1, a equipe ainda não conseguiu promover nenhum nome para o posto de titular em Maranello.

“Sim, certamente a academia seguirá no ano que vem e continuará o quanto nós pudermos”, garantiu o dirigente italiano em entrevista à revista britânica ‘Autosport’.

O italiano Raffaele Marciello é um dos membros da Academia de Pilotos da Ferrari (Foto: Getty Images)

O resultado do GP da Hungria foi emblemático por mostrar a eficácia do programa de desenvolvimento de pilotos da Red Bull. Os quatro primeiros colocados foram forjados pelo projeto de talentos dos taurinos. Max Verstappen terminou em quarto, Daniel Ricciardo foi o terceiro, Daniil Kvyat foi ao pódio pela primeira vez e comemorou ao lado de Sebastian Vettel, que hoje representa as cores da Ferrari.

E a Ferrari, em contrapartida, há tempos não tem em seus carros um piloto desenvolvido na própria escuderia, tanto que foi buscar Vettel da Red Bull e Kimi Räikkönen, da Lotus. Quem aparecia com grande chance de ocupar uma vaga de titular em Maranello era Jules Bianchi, formado na Academia de Pilotos da Ferrari. Porém, o francês não teve tempo de representar a escuderia italiana por ter sido vítima fatal de um terrível acidente no GP do Japão, em Suzuka.

Atualmente, os membros da academia da Ferrari são Raffaele Marciello, reserva da Sauber e piloto da GP2, Antonio Fuoco, que disputa a F3 Europeia, o canadense Lance Stroll, também na F3 Europeia, e o chinês Guan Yu Zhou, que atua na F4 Italiana. Sobre os nomes em questão, Arrivabene disse que fará uma avaliação ao fim de 2015 para definir o futuro do grupo. “Ao fim da temporada, vamos decidir quais pilotos vão ficar, quem virá e quem vai sair”, afirmou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube