Chefe da Ferrari responsabiliza falta de testes por ausência de novos talentos na F1

Stefano Domenicali, chefe da Ferrari, responsabilizou a falta de testes da F1 pela ausência de novos talentos na categoria. Dirigente ponderou que pilotos estreiam sem a experiência necessária

Stefano Domenicali, chefe da Ferrari, responsabilizou a falta de testes privados pela ausência de novos talentos na F1. Na visão do dirigente, a limitação dessas atividades impediu o surgimento de grandes pilotos nos últimos anos.

“Não quero falar mal dos pilotos, mas, no meu ponto de vista, está claro que nos últimos anos nós não temos visto muitas novas grandes estrelas”, disse Domenicali em entrevista ao site russo ‘f1news.ru’.
 

Domenicali defendeu que ausência de testes coloca a F1 em risco (Foto: Ferrari)


Domenicali defendeu que os testes privados também servem para preparar os pilotos para a entrada na categoria máxima do esporte a motor e avaliou que a limitação dessas sessões coloca a F1 em risco.

“Se não aumentarmos o nível dos testes, o problema ficará cada vez pior”, alertou. “Testes não são só para inovações técnicas, mas também para dar a jovens pilotos a chance de aprender alguma coisa e se tornarem conhecidos”, continuou. “Sem testes, a F1 se coloca em risco”, avaliou.

Por fim, Domenicali afirmou que a ausência de testes faz com que os pilotos cheguem na categoria sem a experiência necessária. “Na atual situação, nós não conseguimos encontrar novas estrelas, porque você teria de colocar jovens pilotos diretamente nas corridas, sem a experiência necessária, e isso não é bom para ninguém”, encerrou.

O Grande Prêmio cobre 'in loco' neste fim de semana a 12ª etapa do Mundial de F1, o GP da Bélgica, direto de Spa-Francorchamps, com Evelyn Guimarães.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube