F1

Chefe da Ferrari revela dificuldades com pneus e diz que carro foi “desenvolvido na direção errada”

Para Mattia Binotto, Ferrari desenvolveu carro de 2019 na direção errada, e dificuldade em aquecer os pneus prejudica o trabalho do time. Chefe também acredita que a decepção após a pré-temporada não é exclusividade dos italianos

Grande Prêmio / Redação GP, de Campinas
Chefe de equipe da Ferrari, Mattia Binotto abriu o jogo e tentou explicar os motivos do time não corresponder às expectativas colocadas na pré-temporada. Após sete corridas, os italianos ainda não venceram em 2019 e viram a Mercedes disparar na liderança do Mundial de Construtores de Fórmula 1.
 
Na visão de Binotto, a Ferrari não conseguiu entregar resultados até aqui por desenvolver a SF90 na direção errada. Para o chefe de equipe, o time não conseguiu trabalhar em cima das limitações e sofre com os pneus da Pirelli, que foram alvo de reclamação de outras escuderias.
 
"Para uma comparação direta em Barcelona entre teste e corrida, fomos piores por um simples motivo: desenvolvemos o carro na direção errada, porque julgamos mal as fraquezas e limitações do nosso pacote. Nosso carro não anda bem com os pneus de 2019, e não é dos melhores em termos aerodinâmicos", disse em entrevista à revista alemã ‘Auto Motor Und Sport’.
Charles Leclerc (Foto: Ferrari)
Paddockast #22
O que torna uma corrida de qualquer categoria legal? E chata?



"Nos últimos dois anos, evoluímos bem no pacote aerodinâmico, mas não conseguimos com estes pneus. Como temos falta de aerodinâmica, não conseguimos aquecer os pneus e colocá-los na janela onde eles dão aderência", completou.
 
Apesar do desempenho decepcionante, Binotto acredita que outros times do grid também deixaram a desejar desde a pré-temporada, com exceção da Mercedes, que lidera o campeonato de construtores e o de pilotos, com Lewis Hamilton.
 
"Não mudamos o carro desde Barcelona, pilotamos com as mesmas dificuldades em Montreal. Só o resultado que foi diferente. Se você olhar a performance de todos os times na primeira corrida da temporada, estávamos onde esperávamos após os testes. A exceção foi a Mercedes, não somos os únicos a não entregar o esperado", concluiu.

Muita gente crê que a Ferrari não deve vencer mais que duas ou três corridas neste ano em situações circunstanciais. As apostas ficam para circuitos de retas longas, como Monza e Spa-Francorchamps — e se quiser apostar, em qualquer corrida, fique ligado no código de bônus bet365.
 
A próxima etapa da Fórmula 1 acontece no dia 23, na França. Sebastian Vettel é o terceiro colocado no Mundial de Pilotos, com 100 pontos, enquanto Charles Leclerc aparece na quinta posição, com 72.
 
 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.