Chefe da Ferrari se diz “relaxado” com investigação a Leclerc em Abu Dhabi

Mattia Binotto não está exatamente nervoso com a investigação a Charles Leclerc. O chefe da Ferrari disse crer que tudo está de acordo com o carro do monegasco, descartando uma possível discrepância com o nível de combustível

Mattia Binotto não mostrou estar nervoso com a investigação contra Charles Leclerc. O chefe da Ferrari afirmou que o time ainda não conhece todos os detalhes da dúvida dos fiscais, mas crê que não há nada de errado.
 

Antes mesmo da largada para o GP de Abu Dhabi, o técnico da Fia, Jo Bauer, informou que o #16 da escuderia italiana passaria por uma investigação após a prova. O motivo é que havia uma ilegalidade em relação ao combustível.
 
Ao falar sobre o assunto, o dirigente da esquadra de Maranello se mostrou bastante tranquilo quanto a tudo. “Primeiro que não temos muitos detalhes. Acho que não é muito técnico, mas mais do lado esportivo”, disse.
Charles Leclerc (Foto: AFP)

“Não seguir instruções do código esportivo. Não temos detalhes. Estamos relaxados, temos que falar porque sabemos que os procedimentos foram aplicados, mas vamos esperar e ver os detalhes e entender. E então, explicar caso tenha alguma discrepância”, explicou.
 

“O processo normalmente é informar quanto de combustível está colocando no carro e às vezes eles pesar esvaziando o carro. Então, acho que encontraram uma diferença ali”, completou.
 
Na disputa em Yas Marina, o monegasco cruzou a linha de chegada na terceira colocação, sendo superado por Max Verstappen. Com isso, fechou o Mundial de Pilotos no quarto posto, à frente de Sebastian Vettel, o quinto.
 

Paddockast # 44
RETROSPECTIVA 2019: MUITO QUE BEM, MUITO QUE MAL

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube