Chefe da Haas afirma que Grosjean “ainda é agressivo o bastante, mas não jovem demais” para liderar nova equipe da F1

Günther Steiner, chefe da Haas, acredita que encontrou em Romain Grosjean o melhor piloto que sua equipe poderia ter para a temporada de estreia no Mundial de F1

Romain Grosjean é o melhor piloto que a Haas poderia ter. Este foi o tom das declarações do chefe da nova equipe da F1, cuja estreia acontece em 2016. Günther Steiner não poupou elogios ao francês.

A Haas, há tempos, vinha deixando claro que tinha como intenção assinar com pilotos experientes. Dos que estavam no mercado, Grosjean foi identificado como a melhor opção, e o anúncio aconteceu nesta terça-feira (29), em Kannapolis, nos Estados Unidos.

"Procuramos muito pelo piloto correto", destacou Steiner, "pois queríamos alguém com experiência." 

O sorriso de Grosjean, já devidamente paramentado com as cores da Haas (Foto: Haas)

"Comecei a falar com os empresários do Romain em Barcelona para ver se ele tinha interesse. Falamos com vários pilotos, com gente da parte técnica, e acho que encontramos o cara certo. Ele ainda é agressivo o bastante, mas não muito jovem ao ponto de cometer erros de principiante", avaliou o dirigente.

"Escolhemos o melhor para o que estamos fazendo. Estamos muito felizes e ansiosos para trabalhar com ele", completou.

Grosjean está em nono lugar no Mundial de Pilotos. É o melhor dos que não guiam para as quatro principais forças do grid, está à frente da dupla da Force India e confortavelmente à frente do companheiro de Lotus, Pastor Maldonado. Teve como ponto alto em 2015 o pódio no GP da Bélgica.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube