F1

Chefe da Haas ignora rótulo de ‘equipe B’ da Ferrari e retruca: “Isso vem de quem não entende nosso trabalho”

O status de construtor da Haas é alvo frequente de questionamento de rivais do grid. Guenther Steiner, chefe de equipe, parece não se importar muito: o dirigente destaca que o regulamento foi seguido à risca no desenvolvimento dos bólidos

Grande Prêmio / Redação GP, de Berlim
A Haas tem um modo de operação diferente das rivais no grid da Fórmula 1. A equipe americana, através de parcerias com Ferrari e Dallara, recebe diversos componentes do carro já prontos, o que levanta questionamentos sobre o status de construtor no campeonato. Quer dizer, isso é para os outros – para Guenther Steiner, chefe da escuderia, não há dúvidas de que o trabalho dos americanos é legítimo e causa inveja em rivais diretos.
 
“Eu realmente não me importo. Algumas pessoas que dizem isso [ser uma equipe satélite da Ferrari], eu não sei o que eles querem dizer com isso”, disse Steiner. “Normalmente isso vem das pessoas que não entendem o motivo para fazermos um trabalho tão bom. Eles só dizem que nós copiamos a Ferrari. Há regras claras sobre o que pode e o que não pode ser feito, e nós fazemos tudo de acordo com o regulamento. Não me importo se o pessoal tem uma opinião ruim sobre nós”, continuou.
Gunther Steiner avisa: a Haas não é equipe satélite de ninguém (Foto: Sam Bloxham/LAT Photographic)
Seja por causa das alianças ou não, é inegável que a Haas vive momento de evolução na F1. A equipe alcançou o quinto lugar no Mundial de Construtores de 2018, levando a disputa pelo status de ‘melhor do resto’ com a Renault até o fim da temporada.
 
“Ninguém se importaria [com o status de equipe satélite] se estivéssemos em último, todos estariam felizes”, seguiu. “Era isso que todos esperavam, era o que pensavam de nós quando chegamos na F1. Nós evoluímos ao longo dos anos, conforme nossas pessoas se tornaram mais importantes. Isso é ligado diretamente com nossas posições [no Mundial de Construtores]. Depois de um tempo, você se acostuma [com críticas]. Você vive e não se importa”, apontou.
 
Após dois GPs, a Haas aparece em sexto no Mundial de Construtores, somando 8 pontos. Depois de uma atuação fraca no GP do Bahrein, o objetivo é reagir no GP da China do próximo fim de semana, que marca a corrida 1000 da história da F1.

Horário da Fórmula 1 2019
Confira a programação do fim de semana do GP da China de F1

DIA DATA HORA
Quinta-feira 11/4 23h
Sexta-feira 12/4 3h
Sábado 13/4 1h
Sábado 13/4 4h
Domingo 14/4 3h10

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.