F1

Chefe da Lotus revela que foi procurado por empresário de Massa e vê brasileiro como opção para 2014

O francês Éric Boullier, chefe da Lotus, admitiu que o brasileiro Felipe Massa é um dos candidatos para ocupar o lugar deixado por Kimi Räikkönen no time na próxima temporada

Warm Up / Redação GP, de São Paulo

Automobilismo na TV: a programação do fim de semana
Massa confirma saída da Ferrari e fala em buscar carro para ser campeão
Räikkönen destaca memórias dos anos de Ferrari e comemora volta
Chefe da Ferrari celebra retorno de Räikkönen: "Eu o senti muito feliz"

Procurando um lugar competitivo para continuar na F1 em 2014, Felipe Massa foi atrás da Lotus, segundo o chefe do time de Enstone, o francês Éric Boullier. O dirigente disse que já foi contatado pelo empresário do brasileiro, o também francês Nicolas Todt.

Massa está procurando um lugar no grid da F1 para 2014 (Foto: Getty Images)
Em entrevista à rádio francesa RMC Sport, Boullier listou dois candidatos ao lugar deixado livre pelo finlandês Kimi Räikkönen, que vai correr pela Ferrari na temporada 2014: Massa e o alemão Nico Hülkenberg.

Depois de admitir que estava conversando com Hülkenberg, Boullier emendou: “Felipe Massa também está disponível, então, inevitavelmente, está na lista. Estes são os dois pilotos cujos empresários nos procuraram.”

Massa anunciou, na tarde desta terça-feira, que não seguirá como piloto da Ferrari em 2014. Ele disputou as últimas oito temporadas do Mundial de F1 com o time italiano.

Na sabatina, o ex-piloto também falou sobre a situação de Romain Grosjean e falou que a saída de Kimi pode ser uma vantagem para o seu protegido. “É a oportunidade para ele mostrar o que cresceu em dois anos junto de um Campeonato Mundial. Ele poderá juntar o time ao seu redor e mostrar, na pista, que pode ser um líder. Ele precisa terminar a temporada bem”, declarou.