F1

Chefe da Mercedes admite “pequena vantagem” da Ferrari após primeiro dia de atividades no Bahrein

Toto Wolff, diretor-executivo e chefe da Mercedes, avaliou que a Ferrari tem uma vantagem para o time alemão no Bahrein após os italianos liderarem os dois primeiros treinos livres. Nada drástico, entretanto

Grande Prêmio / Redação GP, do Rio de Janeiro
A Ferrari dominou completamente os dois primeiros treinos livres para o GP do Bahrein, realizados nesta sexta-feira (29). O suficiente para Toto Wolff, diretor-executivo da Mercedes, avaliar que os italianos estão mesmo à frente dos alemães. Mas a diferença é pequena por enquanto.
 
Wolff falou em usar uma tática de espremer o limão nas próximas horas, até o treino de classificação. A grande diferença notada na Ferrari, para ele, foi a velocidade nas retas.
 
"Parece que a Ferrari tem uma pequena vantagem para cima de nós no momento, mas, de novo, a classificação sempre pode ser diferente. Vamos espremer tudo que temos como um limão, e aí esperamos poder carregar esperanças para a classificação", disse.
Sebastian Vettel (Foto: Beto Issa/Grande Prêmio)
"É possível ver a enorme potência em linha reta que a Ferrari tem. É onde estão fazendo a diferença e conseguindo ganhos. Definitivamente uma Ferrari diferente da que vimos em Melbourne", seguiu.
 
O dirigente também admitiu surpresa em ver simulações de classificação da Ferrari durante o segundo treino livre.
 
"Ficamos surpresos. É uma tática não-convencional que diz um pouco sobre a corrida", finalizou.
 
O GP do Bahrein acontece neste fim de semana, e o GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades EM TEMPO REAL