F1

Chefe da Mercedes admite surpresa com teste de Hamilton em Jerez e descarta “dar moto para ele”

Chefe da Mercedes, Toto Wolff revelou que foi pego de surpresa com o teste de Lewis Hamilton com uma Yamaha YZF-R1. Dirigente brincou, no entanto, e afirmou que não vai dar uma moto para o #44

Warm Up / Redação GP, de São Paulo

Chefe da Mercedes, Toto Wolff admitiu que foi pego de surpresa pelo teste de Lewis Hamilton com uma Yamaha YZF-R1 no início do mês. Acompanhado por Alex Lowes e Michael van der Mark, pilotos do time de Iwata no Mundial de Superbike, o #44 rodou na pista de Jerez após o encerramento da temporada da F1.
 
O teste, no entanto, pegou o chefe da Mercedes de surpresa. Wolff revelou que teve de ligar para um dos engenheiros que acompanhavam Lewis para ter confirmação da atividade ‘extracurricular’. 
Lewis Hamilton testa Yamaha da Superbike em Jerez (Foto: Reprodução)
“Quando a notícia se espalhou, eu tentei em vão ligar para ele”, disse Wolff ao jornal italiano ‘La Gazzetta dello Sport’. “Então eu liguei para um dos três engenheiros que estavam com ele. ‘Onde você está?’. ‘É, hum, estamos em uma pista’. ‘Então os três estão rodando de moto?’. ‘Sim, mas… já acabamos’”, relatou.
 
Apesar de ter sofrido uma queda, Hamilton escapou ileso do teste em Jerez. Para a alegria do chefe da Mercedes.
 
“Nós todos demos uma risada libertadora, mas está claro que eu não vou dar uma moto de Natal para ele”, concluiu.

Hamilton, por outro lado, parece disposto a dar novos sustos no chefe, uma vez que se convidou para ir ao Rancho de Valentino Rossi.