Chefe da Mercedes diz que procura sucessor para “fugir de loucura”, mas já ouve não

Apesar da hegemonia dos últimos sete anos, Toto Wolff tem se demonstrado saturado com o mundo da Fórmula 1, revelando que já ofereceu seu cargo a James Allison, chefe técnico da equipe, e que busca sucessor

Volta rápida na pista de Miami, que recebe a F1 em 2022 (Vídeo: Miami)

Desde 2013 à frente da Mercedes, Toto Wolff construiu uma organização vencedora na F1, lidou com uma extrema rivalidade dentro de suas garagens e agora abriga o maior piloto de todos os tempos. Currículo invejável, sem dúvida. Só que as exigências de um trabalho assim também são muito altas, por isso o austríaco já começa a pensar em um sucessor para o comando do time heptacampeão – mesmo tendo um terço das ações da esquadra alemã. E um dos nomes que foi cogitado por Wolff foi o de James Allison, braço direito na equipe e atual diretor-técnico da Mercedes.

O dirigente austríaco revelou que recentemente chegou a sondar a possibilidade de Allison o suceder na equipe, mas o engenheiro não se mostrou animado com a proposta e recusou a oferta. Inclusive, no início deste mês, a equipe anunciou que Allison vai deixar as suas funções como diretor-técnico na Fórmula 1 a partir de 1º de julho. O engenheiro britânico vai continuar vinculado à equipe, mas em nova função. Allison será substituído por Mike Elliott.

“Eu e James conversamos várias vezes, todo dia, e estamos totalmente acordados na direção estratégia da Mercedes Motorsport e da Mercedes Grand Prix. Então, muito antes de decidirmos o cargo de chefe técnico, há um ou ou dois anos, discutimos o futuro da chefia da equipe da Mercedes. Ele deixou muito claro que não era algo para ele”, disse o chefe de 49 anos.

“Desde então, obviamente, estou pensando, procurando e observando o que acontece lá fora para encontrar alguém que esteja fazendo um bom trabalho para, que finalmente, eu possa sair dessa loucura”, revelou.

JAMES ALLISON; MERCEDES;
James Allison ocupa o posto de diretor-técnico da Mercedes desde 2017 (Foto: Mercedes)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“James é um grande ativo da equipe, não apenas como um engenheiro brilhante, mas como líder. Ele tem um ótimo entendimento e visão do que acontece na Fórmula 1 além do espaço técnico. Ele é um grande parceiro meu para discussões estratégicas, políticas e está se envolvendo cada vez mais com outros departamentos e programas de corridas que temos. É quase lógico dar o passo de transformá-lo em meu ‘gêmeo’ técnico”, seguiu.

“Eu também sou chefe da Mercedes Motorsports. Então faz sentido termos um diretor-técnico para todas as categorias automobilísticas. Ele gostou da ideia, então trabalharemos nisso este ano”, concluiu Wolff.

A próxima etapa da F1 acontece em 2 de maio. A categoria vai para Portimão, casa do GP de Portugal.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar