Chefe da Mercedes indica preferência a Hamilton na reta final de 2017, mas evita ver Bottas como segundo piloto

Com 51 pontos separando Lewis Hamilton e Valtteri Bottas, o chefe Toto Wolff já não tem muitas dúvidas sobre quem merece prioridade no fim do ano. Mesmo assim, o dirigente não quer deixar o finlandês marcado como segundo piloto

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Faltam seis corridas para o fim da temporada da F1 e Lewis Hamilton se afirmou como favorito ao título. A vitória em Singapura deixou o britânico com 28 pontos de vantagem sobre Sebastian Vettel. A situação de Lewis é muito diferente da de Valtteri Bottas, 51 pontos atrás do líder. Desse jeito, a Mercedes já admite: o tricampeão deve ter preferência na reta final do campeonato.
 
“Acho que é claro que as chances de título do Lewis são maiores do que as do Valtteri”, disse Toto Wolff, chefe da Mercedes. “Assim como já fizemos antes, vamos lidar com a situação. Mas está ficando mais claro a cada corrida”, seguiu.
 
“Não quero dizer que um piloto é o Nº 1 porque isso afetaria a motivação do segundo, digo, do outro piloto”, explicou.
 
Bottas já havia dado aval para a Mercedes neste aspecto. O finlandês disse que entenderia se Hamilton tivesse prioridade nas últimas corridas do ano.
Valtteri Bottas pode agir como aliado de Lewis Hamilton no fim de 2017 (Foto: Mercedes)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Mesmo que em segundo plano nas últimas corridas de 2017, Bottas recebe diversos elogios da Mercedes. Chamado às pressas para substituir Nico Rosberg, Valtteri não deixou a peteca cair e se destacou por acalmar os ânimos na Mercedes após três anos de intensa rivalidade entre Hamilton e Rosberg.
 
"No geral, o balanço do seu rendimento e sua forma ascendente não nos deixaram dúvidas para que ele continue em 2018”, disse Wollf ao comunicar a renovação de contrato do #77. “A química e a dinâmica entre Valtteri e Lewis funciona e é o que precisamos para vencer o título frente aos nossos adversários”, encerrou.
 
KUBICA TEM WILLIAMS COMO GRANDE CHANCE PARA VOLTAR À F1 EM 2018. E PODE "SOBRAR MUITO" PARA MASSA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube