Chefe da Mercedes rejeita comodismo e crê em luta indefinida pelo título dos Construtores: “Há mais por vir dos rivais”

O diretor-executivo da Mercedes, Toto Wolff, não acredita que a briga pelo Mundial de Construtores esteja terminada. Mesmo após bons resultados,Wolff crê que as rivais da Mercedes ainda estão na corrida para alcançar a atual campeã

A Mercedes ainda domina, como mostrou no GP do Canadá, mas o diretor-executivo, Toto Wolff, destacou que não é tempo para a equipe de Stuttgart acreditar que é dona absoluta do campeonato.
 
Segundo Wolff, a Mercedes vai ficar de prontidão e buscando encontrar formas de ser cada vez mais rápida e equilibrada nas próximas semanas. Avaliou, ainda, que o GP da Áustria, onde a Mercedes foi batida pela Williams na classificação em 2014, vai mostrar um bom espectro.
Toto Wolff não se mostrou nem um pouco preocupado com as queixas da Red Bull (Foto: Getty Images)
"Saímos do Canadá com outro resultado top, então seria fácil sentar e pensar que temos tudo sob controle. Mas na realidade, isso nunca é o caso. Não apenas aquela corrida exigiu um equilíbrio cuidadoso da equipe e dos pilotos, mas nós também vimos que há mais por vir dos nossos rivais. Ainda que talvez não tenha ficado claro no resultado", disse.
 
"Deve ter mais vindo de nós para continuarmos nesta boa forma. A Áustria vai prover um bom teste. Tivemos um final de semana desafiador neste último ano", seguiu.
 
Enquanto a Ferrari se mostra na cola dos alemães, a Williams prepara um novo pacote de atualizações para a corrida em Spielberg. 
 
O GRANDE PRÊMIO acompanha o GP da Áustria no próximo domingo, 21 de junho, AO VIVO e EM TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube