Chefe da Mercedes revela que Hamilton e Rosberg têm contrato de dois anos e descarta Alonso

Falando sobre o futuro, Toto Wolff, chefe da Mercedes, afirmou que Lewis Hamilton e Nico Rosberg possuem contrato com a Mercedes por mais dois anos e descartou um eventual interesse em Fernando Alonso para as próximas temporadas da F1

Lewis Hamilton e Nico Rosberg ainda vão dividir a Mercedes por pelo menos mais dois anos. A informação sobre a duração de contrato dos dois principais candidatos ao título de 2014 na F1 foi dada pelo próprio chefe da esquadra alemã, Toto Wolff, nesta quinta-feira (12).

O dirigente austríaco, em entrevista ao jornal espanhol 'Marca', ainda descartou um possível interesse em Fernando Alonso para as próximas temporadas, diante das especulações que indicam a saída do bicampeão da Ferrari ao final do campeonato.

Toto Wolff garante Hamilton e Rosberg por mais dois anos na Mercedes (Foto: Getty Images)

"Nossos pilotos têm contrato por dois anos, por isso não estamos considerando qualquer outra possibilidade", garantiu Wolff. Quando questionado especificamente sobre Alonso, o diretor-executivo do time prateado foi só elogios.

"Todo mundo sabe que ele é um dos melhores pilotos do grid e é também um dos que se encaixa dentro daquilo que a Mercedes deseja. Mas nós já temos também dois dos melhores", acrescentou.

Wolff ainda falou sobre a rivalidade entre Hamilton e Rosberg neste ano. "Estamos deixando os dois brigarem pelo campeonato, mas não queremos e não deixaremos acontecer aqui o que aconteceu na McLaren em 2007, entre Lewis e Fernando."

"Eles vão lutar livremente até o momento determinado até o momento em que não for bom para a equipe", completou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube