Chefe da Mercedes quer “calibrar” atitude de Russell para evitar atrito com Hamilton

Chefe da Mercedes, Toto Wolff já aconselha George Russell e que irá "calibrar" comportamento do jovem para evitar rusgas com Lewis Hamilton

Câmera 360° no carro de Hamilton mostra como Verstappen o acertou em acidente (Vídeo: F1)

Com a contratação de George Russell para a temporada de 2022, a Mercedes já se prepara para receber o prodígio e ter sob sua batuta uma dupla britânica de pilotos com enorme talento e muita ambição. Por conta disso e de experiências do passado, Wolff afirma que irá procurar moldar o jovem de 23 anos. Tudo para evitar conflitos com Lewis Hamilton nos próximos anos.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Em entrevista ao site oficial da Fórmula 1, o chefe da equipe de Brackley recordou os anos entre 2013 e 2016, quando Nico Rosberg e Lewis Hamilton dividiram garagem e protagonizaram uma rivalidade visceral e que rachou a Mercedes nos bastidores. O dirigente austríaco deixou claro que não quer saber de ver um repeteco da guerra interna na equipe e, por isso, já aconselha seu futuro piloto.

“Ele [Russell] provou que merece um assento em um carro de ponta. Agora, precisamos adaptá-lo à situação da Mercedes, que é cheia de pressão. Além disso, ele terá um companheiro de equipe excepcional, detentor dos maiores recordes e é muito importante calibrá-lo na direção correta”, comentou.

“Já vimos situações no passado em que isso deu errado. Lewis fez parte de uma época em que a equipe não entendeu o potencial da situação. Agora, estamos mais preparados para isso. Mas, de qualquer forma, ele tem a ambição de se tornar um campeão mundial, assim como Lewis quer ganhar outro título. É uma questão de ajustar, salientou Wolff.

TOTO WOLFF; MERCEDES; GP DA ESTÍRIA;
Toto Wolff prometeu instruir George Russell na Mercedes (Foto: LAT Images/Mercedes)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

O discurso da Mercedes sobre seus pilotos para 2022 é o mesmo que vigorou ao longo dos últimos anos. Segundo Toto, o tratamento será igual para Lewis e George.

“Acho que você tem de respeitar a ambição e a perspectiva alheia. Não vamos colocar em nosso carro um piloto que não tenha ambição de fazer o melhor para vencer o companheiro de equipe, ganhar corridas e títulos, isso é fato. Então, me coloco sob essa perspectiva, discuto com ele o que isso significa para a dinâmica da equipe, o que pode significar, como devemos manter o ritmo da equipe. Ele é bem inteligente, entende tudo isso”, explicou.

“Acho que será satisfatório se tivermos no top-3 em termos do pacote do carro, lutando por vitórias. Essa é sempre nossa ambição, o que temos como receita para o longo prazo, a receita da vitória. Se tivermos um carro que possamos desenvolver e lutar pelo título, com certeza ele terá o mesmo carro que Lewis. Ele tem ritmo, é muito rápido em classificação, tenho certeza que vai se dar bem aqui”, concluiu Toto Wolff.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar