Chefe da Mercedes vê Hamilton “tão motivado e afiado” quanto antes do título: “Pole é uma prova”

Chefe da Mercedes, Toto Wolff avaliou que, mesmo depois de conquistar o título de 2018, Lewis Hamilton segue “motivado, afiado e empenhado”. O dirigente considerou que a pole conquistada no GP do Brasil, neste sábado, é prova do comprometimento do inglês

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

Chefão da Mercedes, Toto Wolff descartou qualquer dúvida quanto ao nível de comprometimento de Lewis Hamilton nesta fase final da temporada. O austríaco não acredita que a conquista antecipada do título de 2018, feita no México há duas semanas, tenha tido um efeito negativo no inglês. Wolff garantiu que o britânico não relaxou e que a pole-position no GP do Brasil, neste sábado, é a maior prova.

 
Desde o início dos treinos livres em Interlagos, a Ferrari apareceu muito próxima da Mercedes, tornando a disputa mais equilibrada neste fim de semana. Tanto é verdade que Hamilton e Sebastian Vettel vão dividir a primeira fila neste domingo. E a diferença entre eles ficou em apenas 0s093. Ao final da classificação, o #44 vibrou pela performance. “Foi uma classificação e tanto. O tempo estava indo e vindo”, comentou Lewis. 
Toto Wolff e Lewis Hamilton (Foto: Mercedes)

“Não sabia se o tempo seria o suficiente, porque o carro saia um pouco de frente, mas fiquei muito grato quando ouvi que consegui a pole, mas a Ferrari está muito rápida”, contou.

Acostumado com o jeito de Lewis, Wolff garantiu que o piloto britânico segue “tão motivado” quanto estava antes da conquista. “Ele está tão motivado, afiado e empenhado quanto estava quando o título ainda estava em jogo. Eu não vejo nenhuma complacência e nem nenhuma atitude do lado dele e isso deve ser enfatizado pelo fato de que ele vai largar da pole”, assegurou o austríaco em entrevista coletiva, também acompanhada pelo GRANDE PRÊMIO.

O GRANDE PRÊMIO cobre ‘in loco’ o GP do Brasil de F1 com os repórteres Evelyn Guimarães, Felipe Noronha, Fernando Silva, Gabriel Curty, Juliana Tesser, Nathalia De Vivo e Pedro Henrique Marum, e o fotógrafo Rodrigo Berton. Acompanhe tudo aqui.

 

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube