Chefe da Mercedes vê W08 difícil de acertar, destaca “trabalhador” Vettel e diz: “Ele entendeu antes os pneus”

Toto Wolff reconheceu o melhor trabalho da Ferrari e, particularmente, de Sebastian Vettel na gestão dos novos pneus da F1. O dirigente austríaco elogiou o piloto da Ferrari e, por outro lado, disse que o carro da Mercedes apresenta suas dificuldades para encontrar a melhor janela de funcionamento com os pneus

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Os novos pneus da F1 vêm desempenhando um papel-chave na luta direta entre Sebastian Vettel e Lewis Hamilton pelo título da temporada 2017. O britânico enfrentou muitos problemas, sobretudo na gestão dos ultramacios, enquanto Vettel conseguiu encontrar a melhor performance com uma Ferrari que, no momento, parece ser bem mais estável em relação à Mercedes neste quesito. É o que afirma Toto Wolff, chefe da escuderia alemã, que deixou a ironia para trás e reconheceu o melhor trabalho da rival.

 
O dirigente austríaco não poupou elogios ao “trabalhador” Vettel e acredita que o empenho do tetracampeão levou a Ferrari a encontrar a melhor janela de funcionamento dos pneus desenvolvidos pela Pirelli. Por outro lado, Wolff se apressou em dizer que Hamilton não é o problema e que sua atitude até melhorou em relação ao ano passado.
 
“Cada piloto tem a sua própria forma de se preparar. Um quer ser perfeito e um trabalhador meticuloso, enquanto outro confia mais em seu instinto. Vettel sempre foi um trabalhador, de modo que talvez ele tenha entendido antes como colocar os pneus na janela correta de funcionamento”, comentou o chefe da Mercedes em entrevista à revista alemã ‘Speed Week’.
Sebastian Vettel ganhou elogios até do rival Toto Wolff (Foto: Sky Sports/Twitter)
 
Um dos problemas que tornam a Ferrari mais eficiente na gestão dos pneus tem sido, na visão de Wolff, o próprio chassi da Mercedes. “Nosso carro é difícil de acertar, sobretudo para fazer com que os pneus funcionem da melhor forma, mas nós sabemos o que está faltando para nós”, disse. Na última semana, Hamilton esteve em Brackley reunido com engenheiros da Mercedes para discutir os problemas de gestão dos pneus ultramacios nas últimas provas da temporada.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Em desvantagem na luta contra a Ferrari e Vettel, Wolff garantiu: “Hamilton não é um problema, mas sim uma influência positiva. Vejo que ele quer muito mais em relação ao ano passado. Para a equipe enquanto conjunto, não vai haver problemas neste sentido”, complementou.

 
No fim de semana do GP do Canadá, sétima etapa da temporada 2017 neste fim de semana, novamente a Pirelli vai adotar a escolha de pneus que tanto deu dor de cabeça a Hamilton. A exemplo do ano passado, a fornecedora de Milão vai levar a Montreal os pneus macios, supermacios e ultramacios.
ALONSO ATINGE NOVO PATAMAR NA HISTÓRIA DO AUTOMOBILISMO NA ESPETACULAR INDY 500

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube