Chefe da Racing Point destaca contrato e lealdade como fatores para manter Pérez

Com Lance Stroll perto de manter a vaga para 2021, o segundo posto da Racing Point - que será Aston Martin na próxima temporada - continua em disputa. Sergio Pérez tem contrato, o que foi valorizado pelo chefe da equipe, mas Sebastian Vettel mantém contatos com o time

Sergio Pérez está na Racing Point desde 2014, quando a equipe ainda chamava-se Force India. Para 2021, quando o time terá o nome Aston Martin, o piloto ainda não tem a vaga garantida, apesar do contrato em vigor até o final da próxima temporada da Fórmula 1.

Para o próximo ano, a Aston Martin deve manter Lance Stroll, filho do dono Lawrence Stroll, e conversa com Sebastian Vettel, que sai da Ferrari no fim desta temporada. Com isso, Pérez pode ficar sem vaga no grid.
Otmar Szafnauer, chefe da equipe, garante que ainda não foi tomada nenhuma decisão.

Sergio Pérez está na Racing Point desde 2014, quando a equipe tinha o nome de Force India (Foto: Racing Point)

“O fato de ele ter um contrato assinado é um fator importante para mantê-lo. Pérez tem sido bem leal a nós, está aqui há muito tempo”, afirmou o dirigente ao site Motorposrt.

“Pérez é um grande piloto, trabalha bem e relaciona-se bem com Lance [Stroll]”, completou Szafnauer.

Em recente entrevista ao programa Movistar+ F1, Pérez comentou que a escolha por Stroll, filho do dono da Racing Point, é óbvia neste momento. Com apoio da gigante de comunicações Telmex, o mexicano já negocia com Haas e Alfa Romeo para 2021. Ele também afirma ter recebido propostas de equipes de outras categorias.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube