F1
14/03/2018 13:45

Chefe da Red Bull diz querer manter “a mais cordial” dupla de pilotos, mas vê Sainz como opção para saída de Ricciardo

Christian Horner está bem satisfeito com a dupla de pilotos da Red Bull e com o relacionamento entre eles. No entanto, caso não consiga manter Daniel Ricciardo para 2019, já tem em Carlos Sainz Jr. um nome forte para a vaga
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Daniel Ricciardo (Foto: Mark Thompson/Getty Images)

A Red Bull tem, talvez, a dupla de pilotos mais forte do grid da F1. E, segundo o chefe da equipe Christian Horner, a relação dos dois também é muito boa. Com tudo isso, o britânico deixa bem claro que pretende manter Daniel Ricciardo e Max Verstappen por anos nos cockpits do time austríaco, mas já tem sua primeira opção caso Ricciardo saia no final do contrato em 2019: Carlos Sainz Jr.
 
Horner explicou que o relacionamento entre Ricciardo e Verstappen é muito bom fora das pistas e que isso faz muito bem internamente para a equipe.
 
"É provavelmente a relação de pilotos mais cordial que já tivemos na equipe. Eles fazem companhia um ao outro fora do carro. Claro que sempre querem bater o companheiro de equipe, mas existe um respeito recíproco entre eles e isso é muito importante para a gente", disse em entrevista ao canal norte-americano 'CNN Sport'.
Daniel Ricciardo e Max Verstappen: Christian Horner quer ficar com a dupla (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Sem entrar em detalhes de como anda a negociação, o chefe do time garantiu que quer Ricciardo na Red Bull em 2019 e além. Mas tem suas cartas na manga.
 
"O contrato do Daniel termina no final da temporada e nossa intenção é que ele siga conosco nos próximos anos. Queremos manter a mesma escalação que temos hoje, mas, se não for possível, temos outras boas alternativas", seguiu.
 
Para o dirigente, a Red Bull está bem servida de pilotos em seu programa de desenvolvimento, mas, principalmente, ainda há a possibilidade da contratação de Sainz, hoje na Renault.
 
"Temos bons pilotos no nosso programa de desenvolvimento de jovens e, além disso, ainda temos o Sainz sob contrato, mesmo que agora esteja na Renault. Temos boas opções, Lewis também está no fim do contrato. É difícil imaginá-lo deixando a Mercedes, mas nunca diga nunca. Nossa prioridade é manter nossos pilotos", completou.

”VOCÊ TEM DE RESPEITAR”

EMOÇÃO GENUÍNA DE BARRICHELLO É EXEMPLO DE MOTIVAÇÃO