Chefe da Red Bull entende que Vettel agiu sem pensar ao jogar carro contra Hamilton em Baku: “O sangue subiu”

Sebastian Vettel não pensou nas consequências de jogar o carro contra Lewis Hamilton, pensa Christian Horner, ex-chefe do alemão na Red Bull. O dirigente acredita que, ao dar o troco, Seb se colocou em uma situação em que a punição “era inevitável”

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

No calor do momento, Sebastian Vettel acabou agindo sem pensar. Este é o veredito de Christian Horner, ex-chefe de Vettel na Red Bull, sobre o incidente com Lewis Hamilton durante safety-car no GP do Azerbaijão. Horner aponta que Vettel tentou dar o troco ao se sentir prejudicado por Hamilton e se colocou em posição em que uma punição “era inevitável”.
 
“Sebastian [Vettel] claramente sentiu que o Lewis [Hamilton] usou o ‘brake-test’ contra ele. Aí fiquei com a impressão de que o sangue subiu”, disse Horner. “Ele perdeu a linha e deu o troco, o que obviamente ia causar uma punição. Mas isso tudo tem a ver com o calor do momento. Uma punição era inevitável depois disso”, opinou.
 
Por jogar o carro contra Hamilton em um ato de “pilotagem perigosa”, Vettel recebeu uma punição de 10s. Assim, o alemão perdeu o pódio e terminou em quarto – mas não foi um resultado ruim: Lewis Hamilton teve problemas com o encosto para cabeça, fez um pit emergencial e terminou em quinto.
Sebastian Vettel não pensou direito ao bater em Lewis Hamilton, diz Christian Horner (Foto: AFP)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“As emoções estão em alta, eles [Vettel e Hamilton] estão brigando pelo título. Isso consolida a rivalidade entre os dois pelo resto da temporada. Vai ser uma grande briga pelo título ao longo do ano”, concluiu Horner.
 
Com Vettel e Hamilton prejudicados, Daniel Ricciardo herdou a liderança e venceu. O australiano – assim como a Red Bull – ainda não havia vencido em 2017.
 
NOVA DERROTA EM 2017 MOSTRA QUE TOYOTA E LE MANS SÃO COMO ‘ÁGUA E ÓLEO’

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube