F1
01/07/2018 13:15

Chefe da Red Bull exalta “pilotagem muito madura” de Verstappen para lidar com desgaste dos pneus: “Inacreditável”

Christian Horner se mostrou impressionado pela forma como Max Verstappen administrou os pneus e impediu um desgaste maior dos compostos macios, enquanto pilotos como Lewis Hamilton e Daniel Ricciardo tiveram de fazer pit-stops extras por conta de bolhas durante a prova na Áustria
Warm Up / FERNANDO SILVA, de Sumaré
 Christian Horner (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Enquanto Daniel Ricciardo enfrentava muitas dificuldades com sua Red Bull por conta das várias bolhas nos pneus traseiros macios neste domingo (1) de GP da Áustria, Max Verstappen impressionava ao responder ao questionamento da equipe a respeito: “Fiquem tranquilos”. De fato, o holandês não sofreu tanto quanto seu companheiro de equipe e fez um grande trabalho para se manter à frente de Kimi Räikkönen e vencer diante de milhares de fãs holandeses no Red Bull Ring.
 
Max foi bastante elogiado por Christian Horner, chefe de equipe da Red Bull, pela pilotagem considerada bastante madura durante toda a corrida, sobretudo quando passou a ocupar a liderança após a equipe taurina ter feito um grande trabalho em termos de estratégia durante o período de safety-car virtual após o abandono de Valtteri Bottas.
 
O dirigente britânico contou que Verstappen provou seu talento e inteligência ao conseguir controlar bem o desgaste dos pneus mesmo em uma pista bastante quente e que proporcionou tantos problemas a vários pilotos.
Max Verstappen foi coberto de elogios por conta da sua pilotagem neste domingo na Áustria (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
“As bolhas não estavam previstas durante a corrida, mas está muito quente hoje, e a carga nas duas últimas curvas submeteram uma enorme carga de energia que esses pneus tiveram de suportar lá. Então é aí que Max foi perspicaz hoje. Ele segurou nessas curvas à direita e buscou o tempo nos outros trechos do circuito. Uma pilotagem muito, muito madura”, comentou Horner em entrevista coletiva logo depois da prova.
 
Horner definiu como “inacreditável” a maneira como Verstappen conseguiu fazer com que os pneus traseiros direitos fossem submetidos a uma temperatura menos quente do que de costume, o que foi essencial para mantê-lo na pista sem a necessidade de realizar um pit-stop extra, como Ricciardo e Hamilton.
 
“Ele manteve o pneu traseiro esquerdo mais frio que o traseiro direito, e o traseiro direito é o que recebe toda a carga. Ele foi constantemente perguntado por informações e administrou esses pneus, e é por isso que eles não tiveram tantas bolhas. Foi uma pilotagem bastante madura da parte dele”, elogiou.
 
Em contrapartida, Ricciardo ainda procura as respostas para o desgaste extremo dos seus pneus antes de ter abandonado a prova por conta de problemas no motor. “O pneu macio despedaçou, não sei por que. Foi estranho, não sei por que. Estava tudo indo bem e, então, despedaçou rapidamente. A corrida de Max foi boa e Kimi fez a volta mais rápida no fim, então deu certo. Mas para Lewis e para mim eles se despedaçaram rapidamente”.
 
Ao falar sobre a estratégia de pit-stops, que foi fundamental para colocar Verstappen na liderança pouco depois, Horner disse que ficou “surpreso” por não ver a Mercedes chamar Hamilton, que então liderava a prova, para fazer sua parada, e exaltou a confiança nos mecânicos da Red Bull depois de ter chamado para trocar pneus de Verstappen e, segundos depois, de Ricciardo.
 
“Você tem de ter confiança nos seus caras para fazer os dois pit-stops com toda a proximidade dos pilotos. Temos os melhores caras do pit-lane, sem nenhuma sombra de dúvida. Foi uma aposta corajosa, mas foi o certo a fazer, e isso se pagou”, disse.
LISTRAS LISÉRGICAS

COM CHICANE E CORES POLÊMICAS, PAUL RICARD DIVIDE OPINIÕES