Chefe da Red Bull vê regulamento de 2017 como oportunidade e promete “nova experiência” de pressão para Mercedes

Chefe da Red Bull, Christian Horner avaliou que o regulamento de 2017 é uma grande oportunidade para a escuderia austríaca voltar a brigar pelo título da F1. Dirigente prometeu dar uma “nova experiência” de pressão à Mercedes

 

Chefe da Red Bull, Christian Horner afirmou que espera fazer a Mercedes sentir uma “nova experiência” de pressão na temporada 2017 da F1. O dirigente espera que o time de Daniel Ricciardo e Max Verstappen volte a brigar pelo título no próximo ano.

 
Desde a introdução dos motores V6 turbo, a Mercedes vem dominando a F1, com Lewis Hamilton e Nico Rosberg conquistando 51 vitórias nas 59 corridas disputadas de 2014 para cá. Em 2017, no entanto, o regulamento técnico do Mundial passa por uma nova mudança, dando uma esperança extra aos times.
Christian Horner prometeu pressionar a Mercedes em 2017 (Foto: Red Bull Pool Content)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Embora ainda veja a Mercedes como favorita ao título da F1, Horner acredita que a Red Bull pode aumentar a pressão na rival e, quem sabe, forçá-la a cometer mais erros do que nos anos anteriores.
 
“A Mercedes esteve na feliz posição de nunca terem sido realmente desafiados desde 2014. Eles têm se classificado na primeira fila e, com um carro muito rápido, você pode escolher uma estratégia onde qualquer variável vai funcionar a seu favor”, ponderou. “Quando o grid aperta, coloca mais pressão. Nós estivemos em batalhas apertadas pelo campeonato, em 2010 e 2012, e foi até o fim”, lembrou.
 
“Acho que isso dá uma experiência forte para lidar com essas situações. Vai ser uma nova experiência para a Mercedes quando eles estiverem sob pressão, o que inevitavelmente vai acontecer em algum momento. Só espero que seja a Red Bull a colocá-los sob pressão”, comentou.
 
Por fim, Christian avaliou que o novo regulamento da F1 representa uma “ótima oportunidade” para a Red Bull se aproximar da Mercedes.
 
“A mudança de regulamento movimenta um pouco as coisas. Tenho certeza de que Toto [Wolff, chefe da Mercedes] gostaria de congelar os carros pelos próximos cinco anos. Acho que a mudança no regulamento apresenta uma grande oportunidade para nós”, comentou. “Nós temos um time forte, uma forte dupla de pilotos e temos todos os ingredientes para fazer uma campanha forte no próximo ano”, ponderou.
 
“Tomara que possamos reduzir o atraso para o domínio que vimos com a Mercedes”, concluiu.
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube