Chefe da Sauber revela “projeto importante” para futuro: aprofundamento da parceria com Alfa Romeo na F1

A Alfa Romeo é parceira da Sauber, mas não coloca a mão na massa para melhorar o carro de F1. Pelo menos por enquanto: Frédéric Vasseur, chefe da equipe suíça, revelou a intenção de discutir uma parceria técnica no futuro

A parceria entre Sauber e Alfa Romeo recém começou, mas já está em vias de se expandir. O chefe da equipe suíça, Frédéric Vasseur, revelou a intenção de transformar o laço em uma verdadeira parceria técnica, com apoio da marca italiana no desenvolvimento do carro de F1.
 
A parceria técnica seria um passo adiante na comparação com a relação atual, que prevê apenas a presença do brasão da Alfa Romeo no carro da Sauber.
 
“Não estávamos com pressa, mas resolvemos isso [a parceria] rapidamente”, disse Vasseur, entrevistado pela revista britânica ‘Autosport’. “Chegamos ao acordo de fornecimento de motor [com a Ferrari] no fim de julho, agosto. Depois conversamos com a Alfa Romeo e fizemos o anúncio em dezembro. Agora temos um projeto importante e precisamos investigar diversos aspectos da colaboração”, revelou.
Alfa Romeo e Sauber podem ter uma verdadeira parceria técnica no futuro (Foto: Sauber)
“Estamos mais do que abertos para negociar uma ampliação da colaboração com a Alfa Romeo e vamos ver passo a passo quais são as próximas opções. Uma colaboração técnica seria uma delas”, seguiu.
 
Mesmo que a aliança técnica ainda não seja realidade, a Sauber já fica feliz por ter a Alfa Romeo ao lado. Jörg Zander, diretor-técnico da equipe, percebe que 2018 começou com clima de maior otimismo na comparação com anos anteriores.
 
“Temos um carro lindo. Queremos que ande melhor, mas as pessoas percebem que algo importante está acontecendo desde que cheguei [em 2017]”, comentou Zander. “As pessoas veem que crescemos e temos muito mais confiança. Dois anos atrás a situação era muito diferente e isso afeta a filosofia das pessoas, a confiança. Agora só pensamos em aspectos positivos. As pessoas começam a criar uma crença muito mais forte e isso é certamente positivo, mesmo que leve tempo”, encerrou.
 
A Sauber teve um GP da Austrália de pouco destaque – Charles Leclerc foi 13º, enquanto Marcus Ericsson abandonou –, mas já deu a impressão de ter um carro ao menos um pouco mais competitivo do que em 2016 e 2017.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube