F1

Chefe da Toro Rosso diz que “nunca entendeu” saída de Ricciardo da Red Bull para “essa outra equipe”

Franz Tost, chefe da Toro Rosso, não compreende o motivo de Daniel Ricciardo ter escolhido sair da Red Bull para a Renault em 2019. Se for uma decisão de ambiente interno, de garagem, Tost deixa claro: é um erro

Grande Prêmio / Redação GP, do Rio de Janeiro
Franz Tost foi o primeiro chefe de Daniel Ricciardo na F1, ainda nos tempos de Toro Rosso. Ainda chefe da equipe italiana, Tost deixou claro que discorda totalmente da decisão de Ricciardo de deixar a Red Bull por "essa outra equipe".
 
Ricciardo definiu a saída da Red Bull para ir à Renault durante as férias de verão da temporada passada. Segundo Tost, apesar de não entender a escolha, vai esperar para ver o que o futuro reserva.
 
"Não. Na minha opinião, não, mas é apenas minha opinião. Deixar a Red Bull por esse outro time... Nunca entendi e não vou entender, mas o futuro vai mostrar [se foi a decisão correta]", disse.
 
Questionado sobre se pode ter a ver como sugerido pelo chefe da Red Bull, Christian Horner, para evitar uma disputa interna com Max Verstappen, Tost foi taxativo: lugar de ambiente gostoso é em casa.
Este aí é chefão da Toro Rosso, Franz Tost, em Monza, na Itália (Foto: Beto Issa)
"Você precisa considerar se quer ter uma atmosfera fantástica ou quer ganhar corridas. Quando você quer ganhar corridas, a atmosfera muitas vezes não é a melhor", apontou.
 
"Não dá para ter tudo. A atmosfera você pode ter em casa com sua esposa ou namorada, lá você tem a boa atmosfera. Não na garagem. Essa é a minha opinião", encerrou.
 
A temporada 2019 do Mundial de F1 começa neste fim de semana, com o GP da Austrália. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades EM TEMPO REAL.