Chefe de equipe da Mercedes deseja melhora na consistência do W03: “Estamos trabalhando nisso”

Buscando melhorar o desempenho em pistas mais travadas, Ross Brawn reconhece que a Mercedes ainda precisa buscar o equilíbrio certo para conseguir os resultados esperados pela equipe

Com um desempenho irregular ao longo da primeira metade da temporada, a Mercedes acabou sendo superada pela Lotus na briga pela quarta colocação no campeonato de construtores e está apenas com 26 pontos de vantagem para a Sauber, sexta colocada. Chefe de equipe, Ross Brawn reconhece que a consistência não é o forte das Flechas de Prata em algumas pistas do calendário.

"Obviamente, nosso carro é adequado para certas pistas e o que temos a fazer é criar um carro competitivo para todos os circuitos. Essa é a nossa prioridade", disse Brawn. "Há muito trabalho em curso sendo feito para melhorar essa situação. Ocasionalmente você tem uma equipe que domina em todas as pistas todo o ano, mas, mais frequentemente, há altos e baixos”, explicou.

Com apenas 14 pontos nas últimas três provas, a Mercedes foi a equipe do top-5 que menos marcou no mês de julho. E isso influi na disputa do campeonato de construtores. Além disso, o desempenho de Nico Rosberg e Michael Schumacher nos treinos classificatórios não têm sido dos melhores.

Brawn reconhece que desempenho da Mercedes está abaixo do esperado (Foto: Mercedes)

Indo mal nos circuitos mais travados, Brawn foi questionado o porquê de a equipe ir bem em Mônaco, quando Rosberg foi ao pódio, e mal na Hungria, o dirigente afirma que são pistas travadas em sua essência, mas completamente diferentes na maneira de pilotar.

"É algo que estamos abordando e pretendemos ver isso para melhorar no carro. Parece que o equilíbrio nas curvas mais abertas não é bom e isso é algo que tenho levar, pensar e encontrar soluções”, explicou.

"Alguém me perguntou por que não somos competitivos aqui [na Hungria] e fomos competitivos em Mônaco, mas eles são circuitos completamente diferentes", ponderou. "Se você olhar para as curvas longas que temos aqui [em Hungaroring] são completamente diferentes do que temos em Mônaco”, finalizou.

A próxima etapa da F1 acontece apenas em setembro, em Spa-Francorchamps, no GP da Bélgica.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube