Chefe de equipe da Red Bull mostra preocupação com problema no alternador para GP do Brasil

Problema tirou Sebastian Vettel de duas corridas e Mark Webber do GP dos Estados Unidos. E Christian Horner diz que o alternador é um problema para a etapa no Brasil, que acontece no final de semana

Mais uma vez o alternador da Red Bull falhou e, desta vez, deixou Mark Webber na mão e apenas Sebastian Vettel pontuou no GP dos Estados Unidos, realizado no último domingo (18). E isso preocupa o chefe de equipe da Red Bull, Christian Horner, que admitiu que a peça é um problema para a etapa em Interlagos, prova que fecha o calendário da temporada 2012.

“Não foi apenas um abandono, mas uma preocupação muito grande. Infelizmente, é o terceiro alternador que falha em uma corrida que disputamos e, obviamente, aconteceram outras falhas com isso. Precisamos voltar a olhar isso. Acho que a nova versão [do alternador] já disputou provas [com outras equipes], então espero ter isso no Brasil”, explicou o dirigente, não escondendo a preocupação.

Webber abandonou o GP dos Estados Unidos e Horner demonstra preocupação com alternador (Foto: Red Bull/Getty Images)

O alternador tem sido um problema na Red Bull nesta temporada e a falha do equipamento tirou Vettel de duas corridas – do GP da Europa, em Valência, e da prova na Itália, em Monza.

Após a prova italiana, a Renault optou por usar o equipamento antigo na Red Bull e fez testes com o novo alternador nas outras equipes em que fornece os motores – Lotus, Williams e Caterham. A mudança provou-se ideal, já que o problema só voltou a acontecer nos Estados Unidos, em Austin.

O Grande Prêmio vai acompanhar a decisão do Mundial 2012 da F1 'in loco' em Interlagos com grande equipe: Flavio Gomes, Victor Martins, Evelyn Guimarães, Fernando Silva e Juliana Tesser.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube