Chefe garante que velocidade de reta “não é mais desvantagem” na nova Ferrari

Para Mattia Binotto, a Ferrari pode ter vários problemas, mas velocidade de reta, algo tão falho na temporada 2020, não é mais um deles

Red Bull domina e Mercedes aparenta estar atrás: TUDO SOBRE O TERCEIRO DIA DA F1 NO BAHREIN (Vídeo: GRANDE PRÊMIO)

Um entre os tantos problemas que a Ferrari apresentou em 2020 foi a falta de velocidade em retas: nos circuitos em que trechos sem curvas aparecem mais, a escuderia italiana entregou resultados ainda piores do que os que já haviam se tornados usuais. Mas, para 2021, a expectativa é de que isso acabe de vez.

A análise é de Mattia Binotto. O chefe da Ferrari afirmou que a pré-temporada no Bahrein serviu para mostrar que os problemas de velocidade de reta não tiram mais o sono dos italianos.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

WEB STORIES: Tudo sobre o segundo dia de pré-temporada da F1

CARLOS SAINZ; FERRARI; FÓRMULA 1; F1; F1 2021; TESTE; BAHREIN; SAKHIR; PRÉ-TEMPORADA;
Carlos Sainz em Sakhir (Foto: Scuderia Ferrari)

“Sabemos como o motor funciona no dinamômetro, mas quando você encaixa no carro o que deve observar é a velocidade e, eventualmente, a velocidade em relação aos outros. Na classificação para o GP do Bahrein no último ano, estávamos muito lentos nas retas. Nem entramos no Q3, ficamos muito distantes da pole”, explicou o dirigente.

“Agora, ao olharmos para os dados, acho que ao menos a velocidade de reta parece boa. Não parece mais ser tamanha desvantagem como era ano passado. Sabemos que não é só sobre potência, é o carro também. E os dois pilotos (Charles Leclerc e Carlos Sainz) contribuíram nessa melhora. Hoje, sentimos que não é mais uma desvantagem”, completou Binotto.

A busca da Ferrari é clara: sair do incômodo sexto lugar alcançado no Mundial de Construtores de 2020, 50 pontos atrás da então Renault, quinta colocada.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube