Chefe diz que havia grande chance de Haas desfalcar F1 em 2020: “Sobrevivemos”

Já imaginou a Fórmula 1 sem uma equipe no grid por conta da pandemia de Covid-19? Isso quase aconteceu com a Haas, mas o chefe Guenther Steiner chega aliviado ao fim do ano e comemora a permanência do time no grid

A temporada 2020 não foi fácil para as equipes no esporte a motor. Com a pandemia de Covid-19, campeonatos foram adiados ou até mesmo cancelados, causando muita incerteza sobre o futuro. Na Fórmula 1, a maior e mais importante das categorias, a situação não foi diferente e a Haas passou por maus bocados.

Com o corte de pagamentos de organizadores de corridas e transmissões por um certo período, além do atraso para o início da temporada em quatro meses, as equipes da F1 foram atingidas pelo novo coronavírus.

Alguns ajustes nos orçamentos dos times foram necessários para 2021, incluindo a manutenção do regulamento atual, adiando o novo para 2022. Além disso, equipes já vão precisar diminuir os gastos a partir da próxima temporada. A Haas, atualmente nona colocada no Mundial de Construtores, vê o ano como uma grande prova de sobrevivência.

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:
YouTube | Facebook | Twitter Instagram | Pinterest | Twitch | DailyMotion

A Haas vive um difícil momento e quase não seguiu na Fórmula 1 (Foto: Haas)

“O que nós fizemos direito [em 2020]? Nós sobrevivemos, isso que fizemos bem”, disse Guenther Steiner, chefe da equipe, aos jornalistas às vésperas do GP do Bahrein.

“Havia uma grande chance de não estarmos mais aqui e acho que todo mundo se uniu, então aqui estamos. No fim, talvez tenha sido bom não irmos a todas as pistas do calendário original, mas acho que o futuro é bom para a Haas e para a F1. Por mais que a gente pense que eles não precisam de nós, acho que a Fórmula 1 necessita de pessoas e equipes como a Haas”, completou.

Para a próxima temporada, a Haas vai fazer mudanças na dupla de pilotos. Romain Grosjean e Kevin Magnussen vão deixar o time após quatro anos de parceria. Apesar de ainda não ter anunciado novos nomes, os favoritos para assumirem as vagas são Mick Schumacher e Nikita Mazepin, ambos da Fórmula 2.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube