F1

Chefe diz que novo carro é parte de evolução “nitidamente necessária” para Haas em 2019

Günther Steiner, chefe da Haas, foi o primeiro a comentar sobre o novo carro da equipe, o VF-19. Analisando o que busca, evolução, ele afirmou que o ano de 2018, apesar de ter sido o melhor da equipe na F1, mostrou os pontos em que precisam avançar de nível
Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
 A Haas apresentou a pintura para a temporada 2019 da F1 (Foto: Haas)

A Haas se tornou nesta quinta-feira (7) a primeira equipe a mostrar ao mundo seu novo carro para a temporada 2019 da F1. Com novo patrocinador, a Rich Energy, o time americano mudou suas cores para preto e dourado. E se Romain Grosjean e Kevin Magnussen já sabem como estarão 'vestidos' nas pistas deste ano, precisam descobrir o potencial de brigar por boas posições.

E Günther Steiner, chefe da Haas, foi o primeiro dirigente a comentar sobre o que se pode esperar dos americanos para seu quarto ano no principal campeonato do automobilismo mundial. E afirmou que o VF-19, o novo carro, é uma evolução em comparação aos anos passados.

"Se 2018 nos deu nossa melhor temporada até aqui, o ano também mostrou, às vezes nitidamente, que temos áreas para melhorar como equipe. Na pista, nossa busca por desempenho começou cedo com o VF-19, e agora nosso próximo passo é ir para a Espanha (pré-temporada) e utilizar nosso tempo de forma inteligente para nos prepararmos para a Austrália (primeira corrida do ano)", disse Steiner.

De fato, 2018 foi o principal ano da Haas na F1 em sua curta existência. Com 93 pontos, seu máximo, ficou em quinto no Mundlal de Construtores - nos dois anos anteriores, havia repetido a oitava colocação. 
A Haas apresentou a pintura para a temporada 2019 da F1 (Foto: Haas)
Com a mudança brusca de cores no carro, Steiner também comentou sobre o principal motivo disso: o patrocinador. Para ele, a Rich Energy enxerga a F1 como uma plataforma global de marketing e é um exemplo de avanço organizacional da equipe.

"É importante que sigamos evoluindo como equipe, e esta temporada não é diferente. Nossa parceria com a Rich Energy é outro exemplo positivo de avanço organizacional. Estamos muito felizes em ver as cores deles no VF-19, damos boas vindas a quem nos valoriza como parceiro e a quem utiliza a F1 como uma plataforma global de marketing", completou.

O modelo apresentado em Londres já conta com a asa dianteira simplificada, grande novidade do regulamento técnico para facilitar ultrapassagens em 2019. A expectativa é de que o VF-19 apareça com todos os detalhes e novidades no início dos testes de pré-temporada em Barcelona, no dia 18 de fevereiro.