Chefe diz que “vai ficar feliz” se Sainz e Kvyat seguirem na Toro Rosso, mas admite: “Essa decisão é da Red Bull”

Franz Tost defende a permanência dos atuais pilotos da Toro Rosso, mas não tem o poder de decisão. O chefe da equipe reconhece que, uma vez mais, quem vai bater o martelo é a escuderia principal, a Red Bull

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Ainda é muito cedo para debater a dupla da Toro Rosso na temporada 2018, mas o chefe Franz Tost defende a permanência dos pilotos atuais. Se Carlos Sainz e Daniil Kvyat renovarem seus contratos, Tost diz que “vai ficar feliz”.

 
Mas existe um porém: não é Tost quem toma essa decisão. Uma vez mais, a decisão sobre pilotos fica com a equipe principal, a Red Bull.
 
“Essa decisão é da Red Bull. Temos que esperar. Mas se eles continuarem com a gente, vai ser fantástico. Não existem tantas equipes por aí que são muito melhores do que nós”, comentou Tost, em entrevista à revista ‘Autosport’.
Carlos Sainz e Daniil Kvyat dão entrevista juntos no paddock de Melbourne (Foto: Red Bull Content Pool)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“Eles ainda são jovens e estão em desenvolvimento. Um tem 22 anos e o outro tem 23. Com essa idade não dá para dizer que são pilotos velhos. Vamos ver o que a Red Bull vai decidir, mas a gente vai ficar mais do que feliz se eles ficarem conosco”, completou.
 
Ainda não é certo quais outras alternativas Sainz e Kvyat têm para 2018. Com Daniel Ricciardo e Max Verstappen consagrados na Red Bull, parece que só uma reviravolta no mercado de pilotos vai abrir uma porta na equipe principal da escuderia dos energéticos. Por outro lado, a promessa Pierre Gasly pode roubar a vaga de um dos atuais titulares da equipe B.
 
Na temporada 2017 da F1, Sainz e Kvyat vivem situações diferentes. Carlos aproveita suas oportunidades, pontua bem, e surge em oitavo no Mundial de Pilotos. Já Kvyat derrapa e surge apenas em 15º.
 
ALONSO ATINGE NOVO PATAMAR NA HISTÓRIA DO AUTOMOBILISMO NA ESPETACULAR INDY 500

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube