Chefe do circuito de Austin planeja construção de novas arquibancadas após lotação máxima em 2012

Bobby Epstein afirmou que espera conseguiu fazer o GP dos Estados Unidos crescer após o sucesso da edição de 2012. Para isso, o dirigente já afirmou que o primeiro plano é construir novas arquibancadas

O retorno da F1 aos EUA, após cinco anos, foi melhor do que o esperado. Na corrida realizada no último domingo (18), em Austin, 120 mil pessoas lotaram as arquibancadas do novíssimo Circuito das Américas. Assim, satisfeitos com a presença maciça do público, os organizadores da corrida estão confiantes em manter o bom momento para que as próximas edições também sejam um sucesso.

O chefe do circuito de Austin, Bobby Epstein, afirmou que o objetivo agora é discutir junto com a organização da prova o que pode ser melhorado para 2013. “Que tal continuarmos com o bom momento e não perdê-lo? Há muita coisa para aprendermos com o que deu certo. Tivemos algumas ideias sobre como fazer esse trabalho nos Estados Unidos, onde nós tivemos problemas no passado”, declarou o chefe à revista inglesa ‘Autosport’.

O GP dos EUA foi um sucesso de público (Foto: Getty Images)

“E espero que isso comece com o que aconteceu neste fim de semana. Temos esperanças de termos algumas negociações e um bom diálogo sobre como continuarmos”, completou o dirigente, satisfeito com o resultado da primeira edição da corrida texana.

Para o próximo ano, Epstein já adiantou que planeja aumentar a capacidade do autódromo. O dirigente explicou que o sucesso da prova deve atrair novos fãs ao circuito e, provavelmente, quem assistiu à corrida no domingo deve querer voltar no próximo ano.

“Os chefes de equipe, Bernie e os fãs, todos eles disseram que foi um sucesso. Nós aprendemos muito, então podemos fazer muito melhor no próximo ano. Podemos construir mais espaço para acomodar mais pessoas, porque depois do que aconteceu aqui, temos a confiança de que podemos fazer ainda melhor. Foi um grande dia”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube