Chefe da F1 torce por vacinação e diz que “nada pode ser garantido” na temporada 2021

Stefano Domenicali falou da esperança de ver os fãs de volta à pista, mas ressaltou que o Mundial terá de seguir as recomendações das autoridades locais

A Fórmula 1 divulgou uma simulação de volta no mais novo circuito de rua da Fórmula 1, Jidá, na Arábia Saudita (Vídeo: Fórmula 1)

Chefão da F1, Stefano Domenicali afirmou que não existem garantias de que a temporada 2021 possa correr como o previsto. O dirigente torceu pela aceleração da vacinação e disse ter esperança da volta do público às corridas.

O calendário da Fórmula 1 para este ano já precisou passar por mudanças, mas tem 23 etapas agendadas. A programação começa neste fim de semana, com o GP do Bahrein, e segue até 12 de dezembro, com o GP de Abu Dhabi.

F1; FÓRMULA 1; STEFANO DOMENICALI;
Stefano Domenicali é novo chefão da Fórmula 1 (Foto: Lamborghini)

GUIA F1 2021
Red Bull aposta em forasteiro Pérez e ameaça Mercedes com briga real na F1
Haas desiste de ‘sonho americano’ e aposta em novatos com foco em 2022
+ Perdidamente apaixonado pela F1, Alonso volta sabendo qual seu lugar no mundo
+ Russell quer Mercedes, mas antes tem de carregar Williams em reconstrução
+ Leclerc tem missão de liderar renovada Ferrari e manter Sainz sob controle

Por enquanto, a torcida vai seguir distante do campeonato, mas a expectativa é pela volta do público, ao menos na Europa. Mônaco, por exemplo, já está montando arquibancadas.

“Esta é a grande esperança”, disse Domenicali em entrevista à emissora austríaca Servus. “A meta, claro, é ter os fãs de volta à pista, mas temos de ter certeza de que os pilotos e equipes estão protegidos. Também temos de ver o que cada estado especifica”, seguiu.

“Temos de estar prontos para o momento em que os fãs possam estar conosco outra vez. Milhares de fãs estarão de volta aos circuitos quando for possível outra vez”, previu.

Domenicali, no entanto, ressaltou que a prioridade é garantir a realização do campeonato segundo o previsto.

“Em primeiro lugar, precisamos ver se conseguiremos superar essa temporada. Em meio à pandemia, nada pode ser dado como garantido”, comentou. “O lado bom é que estamos começando agora no Bahrein. Já estou aqui, tive algumas reuniões importantes e estou feliz”, comentou.

“Aí teremos de ver os próximos passos na base do caso a caso para ver como está a pandemia. Tomara que a vacinação seja melhor e nós possamos esperar um bom futuro para este Mundial”, afirmou. “Esta é a prioridade para este ano. Falaram muitas coisas negativas sobre esse esporte, mas quando você olha para os números da audiência, estamos falando de uma dos melhores esportes do mundo. Temos algumas combinações importantes neste ano e podemos ver que a Red Bull deu um passo. Espero por competitividade”, encerrou.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

https://open.spotify.com/episode/56EWZtjjXZerTSc5mEGdpr?si=dXJwGloaQQ6ZEGdY1gUInQ&nd=1

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube