Chefe da F1 defende horário “perfeito” de largada em Las Vegas: “Não vejo problema”

Depois de décadas, a Fórmula 1 confirmou o retorno a Las Vegas, mas vai correr na noite de sábado pelas famosas ruas da cidade. Stefano Domenicali, o chefão da categoria, defendeu a decisão

A apresentação da F1 em Las Vegas (Vídeo: F1)

A Fórmula 1 vai voltar a Las Vegas a partir da temporada 2023. Em anúncio feito na noite de quarta-feira, a categoria confirmou que volta a correr na cidade americana que já foi palco de duas etapas na década de 80, mas agora em um circuito de rua que vai passar por trechos famosos da região.

O que chamou a atenção de todos no anúncio, porém, foi o cronograma do evento. A corrida vai acontecer no sábado, 25 de novembro de 2023, com início previsto para 22h (horário local). Com isso, o Brasil e diversos países ao redor do mundo vão acompanhar a prova durante a madrugada.

Relacionadas


Esta será a primeira corrida disputada pela Fórmula 1 fora de um domingo em 37 anos, desde o GP da África do Sul de 1985. Apesar do horário pouco comum, Stefano Domenicali, chefão da F1, fez questão de defender a ideia e disse que o o cronograma habitual “seria um erro”.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Las Vegas será mais uma prova noturna no calendário da F1 (Foto: Haas F1 Team)

“Eu acho que é um horário perfeito para esse evento, neste contexto. Essa é a razão para sermos flexíveis. Estamos mostrando que é o momento certo para o show, não vejo problema nisso. Se você pensar, em termos de horários da Europa para a decisão tomada, a noite de sábado [em Las Vegas] é perfeita porque a audiência estará conectada”, disse o dirigente.

Depois de muitos anos, o Liberty Media finalmente conseguiu colocar três etapas no calendário da F1 contando com Austin, que está desde 2012, e de Miami, que estreia em 2022. Domenicali comentou a decisão. Em Las Vegas, a pista terá 6,12 km, com velocidades máximas estimadas em mais de 342 km/h. Serão 50 voltas, três retas principais e 14 curvas, incluindo uma sequência de curvas de alta velocidade e uma única chicane.

“É emoção, paixão, negócios, relacionamentos, cultura e intensidade. E essa é a razão para este ser o local perfeito para estarmos”, frisou.

O GP de Las Vegas completa um projeto de 2017 dos donos da Fórmula 1 de ter três provas nos Estados Unidos no calendário. O GP de Austin já está no calendário há 9 anos, com direito a público recorde na última temporada. Em 2022, a F1 verá a estreia do GP de Miami, que terá até um resort improvisado no meio do circuito e desfile dos chefes de equipe.

O crescimento do interesse do público no país foi impulsionado especialmente após o lançamento da série da Netflix ‘Drive to Survive’, que traz os bastidores da categoria de forma dramatizada. Já em sua quarta temporada, a produção teve um papel importante em capturar o publico jovem e no crescimento em grandes mercados, principalmente os Estados Unidos.

A prova de abertura da temporada de 2022 teve mais de 1 milhão de espectadores na ESPN americana, a maior audiência desde 2018, comprovando o crescimento consistente do interesse do público de um dos principais mercados consumidores do mundo pela F1.

DUELO VERSTAPPEN-LECLERC NA FÓRMULA 1 2022 É LINDO, MAS SE CONTINUAR O PAU VAI COMER
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.