Haas diz que “é muito difícil” definir metas para 2022: “É atirar num alvo em movimento”

A caçula dentre as equipes do grid da Fórmula 1 abandonou desde muito cedo o desenvolvimento do carro de 2021 para focar no modelo para a próxima temporada. Mas Guenther Steiner deixou claro que não há como fazer promessas neste momento

Romain Grosjean vibra com os filhos após grande resultado na Indy no IMS (Vídeo: Indycar)

Dentre todas as equipes do grid da Fórmula 1, a Haas foi a que abandonou primeiro o desenvolvimento do carro da temporada 2021 para focar nos trabalhos do projeto do novo bólido para a próxima temporada, quando a categoria vai mergulhar em uma revolução no regulamento técnico. Muitas escuderias apostam nesta nova era da Fórmula 1 como chance de mudar de patamar no grid, mas a equipe norte-americana é muito cautelosa sobre as perspectivas quanto ao campeonato em 2022.

Guenther Steiner, chefe da equipe mais jovem do grid, disse ao site britânico GPFans que “fazer promessas é muito difícil neste esporte”. Com os pés no chão, o dirigente italiano lembrou que a Haas está na F1 somente desde 2016 e que leva muito tempo para uma equipe da F1 esteja bem estruturada, algo que poucos conseguiram nos últimos anos.

LEIA TAMBÉM
+ANÁLISE: Haas paga preço de se render à família Mazepin e vive 2021 infernal na F1

Guenther Steiner não quer prometer nada sobre o desempenho da Haas para 2022 (Foto: Haas)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Gene [Haas, dono da equipe] vê o esforço que eu faço ou o que toda a equipe faz, não só eu. Então, ele viu o que fizemos quando ele entrou no esporte. Pouquíssimas pessoas conseguiram fazer isso. Teve gente que se saiu melhor do que nós, mas há muito tempo, então não diria que ninguém conseguiu fazer isso”, salientou.

Steiner justificou sua opção em não querer traçar nenhuma meta realista quanto a resultados no Mundial de Construtores na próxima temporada. No entendimento do italiano, trata-se de fazer previsões ‘no escuro’, já que ninguém sabe ao certo o potencial de cada uma das equipes diante da nova geração de carros.

“Se você errar o número [colocação na tabela], mesmo que seja apenas uma posição, então você é ruim porque não cumpriu suas promessas. Só precisamos definir o foco e tentar fazer nosso melhor. A outra coisa é que não tenho ideia do que os outros estão fazendo. É sempre sobre atirar em um alvo em movimento. É muito difícil”, explicou.

A decisão sobre abrir mão do projeto do carro de 2021 na Fórmula 1 faz com que a Haas praticamente não tenha condições de buscar pontos em condições reais. Em 11 GPs realizados até agora, a equipe sediada em Kannapolis, pela qual competem os novatos Mick Schumacher e Nikita Mazepin, é a única dentre as dez que ainda não somou pontos no Mundial de Construtores.

ALONSO PROVA QUE IDADE NÃO É PROBLEMA NA FÓRMULA 1 | GP ÀS 10

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar