Chefe da Mercedes diz que “adorou” piti de Bottas no rádio durante GP da França

Toto Wolff, chefe da Mercedes, não apenas deixou passar a irritação de Valtteri Bottas na França: ele comemorou a reação do finlandês

Verstappen arrisca na estratégia e bate Hamilton: os melhores momentos do GP da França (GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Valtteri Bottas terminou o GP da França de Fórmula 1, no último domingo, extremamente chateado com a Mercedes. De segundo para o quarto lugar em algumas poucas voltas e sem ter muito como segurar as duas Red Bull que o atacavam, descontou no rádio da Mercedes pelo fato da estratégia ser diferente da que desejava adotar durante a prova. Mas o chefe da Mercedes, Toto Wolff, não ficou irritado com a situação. Pelo contrário, até.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

WEB STORIES: A classificação da Fórmula 1 depois do GP da França

Bottas demonstrou que gostaria de fazer duas paradas nos boxes em Paul Ricard, mas a Mercedes seguiu com o plano original de realizar somente uma parada, ainda que boa parte do grid mostrava fazer a segunda tentativa funcionar. Com pneus duros extremamente gastos, Bottas foi engolido por Max Verstappen e Sergio Pérez. O holandês passou também Hamilton para vencer, enquanto o mexicano terminou na terceira colocação.

“Por que caralhos ninguém me escuta quando eu digo que será uma corrida de duas paradas?”, assim, com o palavrão, o finlandês reclamou no rádio. Mais tarde, após o fim da corrida, Bottas disse que conversaria com a equipe, mas não temia a possibilidade de ter sido grosseiro além da conta.

VALTTERI BOTTAS; MERCEDES; GP DA FRANÇA; PAUL RICARD; F1;
Wolff gostou da reação de Bottas (Foto: Steve Etherington/Mercedes)
Paddock GP #108: As ‘asas da discórdia na briga pelo título da F1

Mas tudo está bem com a equipe. Segundo Wolff, trata-se de um sinal positivo. “Eu adorei que ele tenha falado o que pensava em vez de internalizar”, afirmou o chefe.

Mesmo com a aprovação, Bottas viveu mais um fim de semana negativo. E, ao menos dessa vez, os indícios eram bem diferentes, com Bottas rendendo muito bem durante treinos livres e a classificação. O finlandês ocupa somente a quinta colocação do Mundial de Pilotos, atrás até de Lando Norris.

Assim, o futuro dele na Mercedes segue em dúvida, mas Wolff não vê essa indefinição como fator na irritação da França. “Não, acho que Valtteri sabe que a única resposta a esses rumores é desempenho de pista”, finalizou.

Com relação ao futuro, Wolff chegou a prometer resolução somente no fim do ano, mas depois admitiu que falou por falar, já que recebe a pergunta tantas vezes. “Quero ver o potencial completo de Valtteri neste ano e continuar a observar George na Williams e lidar com a situação deles”, falou.

A Mercedes segue a corrida contra a Red Bull pelo título da F1 neste fim de semana, na Áustria, casa da rival.

GP às 10: Norris larga bom mocismo e se mostra feroz na F1

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar