Chefe da Mercedes vê luta “de pesos pesados” contra Red Bull: “Ainda há tudo pela frente”

Toto Wolff, chefe da Mercedes, já havia previsto um fim de semana difícil na Áustria contra a Red Bull no GP da Estíria. Só que a luta continua entre dois "pesos pesados" na F1 2021

Valtteri Bottas rodou dentro do pit-lane durante o segundo treino livre do GP da Estíria da F1 (Foto: F1/Reprodução)

O jejum de quatro GPs sem vitórias não acontecia desde 2013 com a Mercedes. O baque com a dominância da Red Bull era prevista, já que o próprio Toto Wolff, chefe da equipe alemã, falava em um difícil fim de semana na casa dos taurinos. Só que o austríaco também levantou pontos positivos: embora a disputa ainda seja dura, a Mercedes não pode ser descartada da briga.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Opinião GP: Red Bull inverte papéis, vira melhor equipe e vê Mercedes de mãos atadas

“Este campeonato é uma competição de pesos pesados com 23 rounds, e estamos com pouco mais de um terço percorrido. Há muitas oportunidades em jogo e ainda há tudo pela frente, então estamos animados para o nono round”, levantou Wolff.

“Tiramos o máximo das oportunidades disponíveis no fim de semana passado e, apesar de não termos o carro mais rápido, conseguimos um pódio duplo e bons pontos. Toda vez que entramos na pista, corremos para vencer. Mas, embora tenhamos perdido o degrau mais alto do pódio na última vez, há muito a ser ressaltado”, seguiu.

TOTO WOLFF; MERCEDES; GP DA ESTÍRIA;
Embora a Mercedes esteja em desvantagem em relação à Red Bull, Toto Wolff afirma que há pontos positivos a serem ressaltados (Foto: LAT Images/Mercedes)

“Nossos pilotos tiveram bom desempenho, nossos pit-stops foram excelentes e nossas decisões estratégicas foram fortes. Voltamos às montanhas da Estíria neste fim de semana com outro grande desafio nas nossas mãos, mas correr no mesmo circuito em finais de semana consecutivos também traz oportunidades”, acrescentou.

A começar pela sexta-feira de treinos livres, Wolff espera caminhos melhores para o alemães. Isso porque, na última semana, as duas Mercedes se viram atrás da Red Bull e AlphaTauri, com Max Verstappen e Pierre Gasly à frente. Por isso, o austríaco explicou que foi um dia experimental com novos ajustes no carro e, para este fim de semana como um todo, busca posições melhores para os dois W12.

“Tivemos uma sexta-feira experimental com o ajuste do carro no fim de semana passado. Esperamos chegar ao treino livre 1 deste fim de semana com o carro em uma posição mais feliz para construir em cima disso a partir de então. Os pneus também estão numa gama mais macia neste fim de semana, o que vai trazer um novo desafio para todas as equipes, além de novas possibilidades em termos de estratégia”, concluiu.

A temporada 2021 continua já neste fim de semana, na mesma pista de Spielberg, com o GP da Áustria. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades AO VIVO e EM TEMPO REAL.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar