Chefe mira evolução e confirma mudança na Ferrari: “Não sou mais diretor-técnico”

Mattia Binotto avaliou que é cedo para introduzir atualizações no carro da Ferrari, mas garantiu que a equipe vai se empenhar para melhorar a performance na Fórmula 1

Mattia Binotto não é mais diretor-técnico da Ferrari. Mesmo contando com o apoio do presidente da marca, o italiano deixou de acumular funções dentro da equipe e agora atua apenas no comando da escuderia na Fórmula 1.

No último dia 22, a Ferrari anunciou a criação do departamento de ‘Desenvolvimento de Performance’, que será comandado por Enrico Cardile, que era o chefe de aerodinâmica. Além disso, Rory Byrne, que foi projetista da equipe nos anos vencedores de Michael Schumacher, agora ocupa uma função chave com a nova estrutura.

Mattia Binotto
Mattia Binotto conta com a confiança do presidente da Ferrari (Foto: Ferrari)

“Não sou mais diretor-técnico. Sou apenas o chefe da Ferrari”, disse Binotto à emissora alemã RTL.

Ainda, o italiano confirmou que a escuderia de Maranello também está buscando formas de reforçar a equipe. “Estamos procurando as pessoas certas”, contou.

Questionado sobre a previsão de John Elkann de que a Ferrari não vencerá uma corrida antes de 2022, Binotto respondeu: “Estamos fazendo tudo que podemos e trabalhando duro para vencer antes disso”.

“Nosso pessoal tem metas claras. Vamos deixá-los fazerem seu trabalho e aí veremos o que acontece”, disse.

O dirigente, porém, não tem nenhuma expectativa de uma melhora em breve. “É muito cedo para atualizações. Mas quando voltarmos para Maranello, vamos trabalhar duro”, assegurou.

Por fim, Mattia disse se sentir seguro de sua posição dentro da Ferrari. “Me sinto confortável nesta companhia há muitos anos. Compartilhamos a mesma visão e o mesmo objetivo e agradeço o Sr. [Louis] Camilleri e o Sr. Elkann pelo apoio que me dão. O time é coeso e, apesar de a situação atual não ser fácil, temos de entender os erros e melhorar. O time está unido e faminto por fazer melhor”.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar