Chefe revela que batalha com Verstappen no GP de Cingapura selou permanência de Kvyat na Toro Rosso em 2017

Franz Tost, chefe da Toro Rosso, revelou que a performance de Daniil Kvyat no GP de Cingapura do ano passado foi crucial para convencer a cúpula da equipe de que ele merecia permanecer no time para 2017. O russo foi trocado por Max Verstappen na Red Bull antes da metade da temporada passada

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Chefe da Toro Rosso, Franz Tost revelou que a atuação de Daniil Kvyat no GP de Cingapura foi fundamental para a permanência do russo na equipe na temporada 2017.

 
Kvyat sofreu um duro revés no ano passado, quando teve de ceder seu posto de titular a Max Verstappen na Red Bull. O piloto sentiu o golpe e perdeu rendimento, especialmente na comparação com o colega Carlos Sainz. Só que Daniil conseguiu se recuperar e gradualmente foi melhorando sua performance. Em Marina Bay, por exemplo, Kvyat segurou Max por quase toda a corrida e terminou em nono. Ainda assim precisou lutar para convencer a marca austríaca que merecia uma segunda chance.
 
"Acho que aquela corrida foi muito positiva para ele porque ajudou a mostrar que ainda tinha velocidade e controle, especialmente na luta com Max", afirmou o dirigente em declaração ao site norte-americano 'Motorsport.com'. 
Luta entre Daniil Kvyat e Max Verstappen em Cingapura ajudou o russo a ficar na Toro Rosso (Foto: Red Bull Content Pool)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
"Para a sua autoconfiança, isso foi muito importante. A grande reviravolta aconteceu mesmo em Cingapura, onde ele fez uma boa corrida e uma ótima classificação. Depois também seguiu mostrando bons desempenhos, portanto, para mim, ficou claro que ele deveria continuar conosco", completou.

 
Tost também reconheceu que a decisão da Red Bull em trocar Kvyat por Verstappen antes da metade da temporada teria abalado psicologicamente qualquer piloto. "Deixar a Red Bull e voltar para a Toro Rosso, foi um momento difícil para ele. Naturalmente, você perde um pouco da confiança. Portanto, tem uma influência positiva e um grande impacto se você consegue manter atrás um piloto como Verstappen. O mais importante para um piloto é ter confiança em si mesmo."
 
Diante desse cenário, o chefe do time de Faenza espera um Kvyat ainda mais forte em 2017. "Nos esportes em geral, você tem altos e baixos, mas se um piloto mostra que tem todos os elementos para se tornar bem-sucedido, então ele terá sucesso. Por isso, estou convencido de que Daniil será melhor e mais forte neste ano", encerrou.
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube