Chefes de equipe pedem pré-temporada maior em 2022: “Três dias não são suficientes”

Franz Tost e Otmar Szafnauer gostaram do formato da pré-temporada de 2021, mas querem algo melhorado para o ano que vem, equilibrando custos com tempo de pista maior

A Fórmula 1 divulgou uma simulação de volta no mais novo circuito de rua da Fórmula 1, Jidá, na Arábia Saudita (Vídeo: Fórmula 1)

A pré-temporada de 2021 da Fórmula 1 foi a mais curta dos últimos tempos. Com o objetivo de facilitar a logística e diminuir custos, apenas três dias de testes aconteceram no circuito de Sakhir, no Bahrein, que também será a sede da abertura do campeonato, que acontece no próximo dia 28.

Apesar de elogios ao formato condensado e a escolha da sede, os chefes de equipe da Fórmula 1 não querem apenas três dias em 2022. Franz Tost, líder da AlphaTauri, valorizou a diferença das condições climáticas entre Bahrein e Barcelona, na Espanha, sede tradicional da pré-temporada, mas pediu equilíbrio entre tempo de pista e custos.

“Sempre fui favorável a testar no Bahrein e em Abu Dhabi, e acho que as manhãs de sextae sábado tiveram boas condições, mas a tarde de sexta foi bem ruim. Barcelona é difícil nesta época do ano. Pode chover, pode estar frio. Quando normalmente temos os testes, um dia é molhado e perto dos 14°C. Não são condições de testes ideais para a Fórmula 1”, comentou o chefe da AlphaTauri.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

WEB STORIES: Band se prepara para transmitir F1 até champanhe acabar’

Yuki Tsunoda acelerou a AlphaTauri em Sakhir (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

“Durante a temporada, vamos sentar e depois decidir. No próximo ano, teremos um novo carro e acho que três dias não serão suficientes, mas precisamos encontrar o equilíbrio entre o número de dia e custos, porque 2022 não será um ano barato. Temos de colocar tudo em consideração”, seguiu.

Otmar Szafnauer, chefe da Aston Martin, também concorda que o formato de três dias é inviável para 2022, mas que é necessária a discussão para um equilíbrio entre tempo relevante de testes e que não pese tanto no bolso das equipes. O ano será marcado pela revolução técnica da Fórmula 1, com carros inteiramente novos.

“Como disse o Franz, vamos ter um carro inteiramente novo no ano que vem, e precisamos considerar onde e quanto vai durar o teste no próximo acho. Acho que três dias foram apropriados para este ano por tudo que aconteceu em 2020, com pandemia e a redução do desenvolvimento do carro”, concluiu Szafnauer.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube