Cheio de sorrisos após vitória na Austrália, Vettel relata adrenalina ao ver Haas parada e admite “oração por um safety-car”

Sebastian Vettel contou com muita sorte e uma sequência de acertos dele e da equipe em cima do sorriso que os céus da Austrália abriram para ele. Após o desastre da Haas, aproveitou com perfeição e buscou a primeira vitória da temporada 2018

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Foi com competência, estratégia bem amarrada e muito velocidade, sim, mas também foi com uma sorte descomunal. Sebastian Vettel precisou contar com o desastre da Haas, mas fez tudo certo e assumiu o controle do GP da Austrália deste domingo (25), em Melbourne. Assim como em 2017, o tetracampeão abre a temporada no lugar mais alto do pódio.
 
Vettel largou em terceiro e por lá seguiu após não ameaçar o companheiro Kimi Räikkönen na partida. Não acompanhou Lewis Hamilton, que desfilava soberano no Albert Park até que parou nos boxes na volta 20. Räikkönen também foi, mas Vettel foi ficando. Não daria para voltar em vantagem, nem perto disso, a não ser que alguma coisa desse muito certo. 
 
De repente, Kevin Magnussen abandonou com uma roda solta, logo após parar nos boxes. Minutos depois, o mesmo para Romain Grosjean, que ficou parado na pista e exigiu o safety-car virtual a entrar em ação. Vettel andou no limite de velocidade, enquanto Kimi e Hamilton rodaram um pouco mais lentos. O #5 parou e voltou na liderança.
 
Com pneus mais novos, conseguiu abrir quase 4s até que Hamilton fosse capaz de começar a tirar diferença. Ele encostou, é bem verdade, mas não ameaçou tanto. Vettel acabou comemorando uma improvável vitória.
Sebastian Vettel (Foto: Ferrari)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

"Tivemos um pouco de sorte, é óbvio, com o safety-car. Eu gostei demais", disse. "Esperava que minha largada fosse um pouco melhor, mas não foi assim e eu tive que seguir em terceiro. No fim do primeiro stint, perdi um pouco a conexão com Lewis e Kimi", avaliou.
 
"Eu estava orando por um safety-car, e então tinha um carro parado na curva quatro, depois a Haas parada na saída da curva dois. Quando eu vi, me enchi de adrenalina. A corrida estava congelada, mas entrar no pit-lane precisa ser no limite. Sabia ao sair que seria difícil [Hamilton] passar. Ele manteve a pressão, especialmente no começo do último stint, mas nas últimas cinco voltas eu pude aproveitar um pouco mais", falou.

"Óbvio que fomos sortudos hoje. Lewis deu uma grande volta ontem e mereceu a pole. Também guiou muito bem hoje, controlando o começo. Vamos aceitar a sorte que tivemos. Ainda não estamos onde desejamos, mas nos dá um bom começo, bons ventos e uma motivação renovada", finalizou.

A F1 volta em duas semanas, 8 de abril, com o GP do Bahrein no circuito de Sakhir. Um ano atrás, em 2017, foi Sebastian Vettel quem venceu a prova após largar atrás das duas Mercedes. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades AO VIVO e EM TEMPO REAL.

"RECOMEÇA A BRIGA"

MERCEDES COMEÇA TEMPORADA AINDA À FRENTE DA FERRARI

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube