F1
21/07/2018 08:02

Chuva aparece com força e esvazia terceiro treino livre da F1 na Alemanha. Leclerc lidera

A chuva caiu com força, mais até do que se previa inicialmente. A situação em Hockenheim afastou pilotos, que mal saíram da garagem. Nessas condições, Charles Leclerc anotou o tempo de volta mais rápido
Warm Up, de Hockenheim / VITOR FAZIO, de Porto Alegre
 Charles Leclerc (Foto: Sauber)

A previsão de chuva se confirmou – e no capricho. O terceiro treino livre da F1 na Alemanha, realizado na manhã deste sábado (21), foi seriamente afetado pela quantidade de água acumulada na pista, que tratou de espantar pilotos e equipes. Raros foram os momentos em que alguém criou coragem para deixar a garagem. Evidência disso é a tabela de tempos, que contou com poucos registros, o melhor deles sendo de Charles Leclerc.
 
Outros corajosos vieram logo atrás. Marcus Ericsson apareceu em segundo, formando uma rara dobradinha da Sauber. Sergey Sirotkin, Sebastian Vettel e Pierre Gasly completaram o top-5.
 
O TL3 foi de contraste na comparação com os de sexta-feira. Não só porque o calor e o céu azul foram trocados por temperaturas na casa dos 15º C e chuva constante, mas também pela completa falta de produtividade. As raras voltas na manhã de sábado serviram apenas para estudar a pista, e não para acertar carros – como se viu na sexta-feira.
Charles Leclerc (Foto: Twitter/BBC)

Por conta da presença diminuta de carros na pista, até mesmo os incidentes ficaram em falta. Somente alguns pilotos, como Vettel e Carlos Sainz Jr., perderam controle ao acelerar mais cedo do que deviam na saída de curvas. Curiosamente, a bandeira vermelha não foi acionada em momento algum, mesmo com a chuva forte.
 
Saiba como foi o TL3 da F1 na Alemanha
 
Seguindo o que já era previsto, a chuva veio com força no sábado em Hockenheim. Aproximadamente 15 minutos antes do início do terceiro treino livre, a água começou a cair com mais força. Mesmo assim, nada que forçasse um adiamento da atividade, que começou rigorosamente às 7h (de Brasília).
 
De imediato, Marcus Ericsson deixou os boxes com pneus de chuva forte. Kevin Magnussen fez o mesmo em seguida. Os dois não chegaram a concluir voltas cronometradas, focando apenas em se habituar às condições adversas.
 
A tabela de tempos só começou a ser preenchida após 12 minutos, quando Nico Hülkenberg alcançou o pouco impressionante tempo de 1min36s873. Enquanto isso, o companheiro Carlos Sainz Jr. rodava em uma zona de reaceleração.
Marcus Ericsson desbrava a chuva de Hockenheim (Foto: Reprodução/Twitter)

O que se viu depois foi desanimador. A chuva ficou intensa, inutilizando qualquer tentativa de volta rápida em Hockenheim. Todo mundo ficou na garagem, esperando um clima melhor. Mas estava difícil acreditar: imagens de TV mostravam nitidamente a formação de alguns riachos nas curvas alemãs. Isso significava um alto risco de aquaplanagem em caso de carro na pista.
 
Restavam 20 minutos de atividade pela frente e a situação seguia inalterada. A maioria dos pilotos já estava fora dos carros e até mesmo sem capacete. Isso só foi mudar com 12 minutos para o fim, quando Valtteri Bottas e Brendon Hartley foram vistos se preparando para entrar no carro.
 
O primeiro a voltar à pista não foi nenhum dos dois – Sergey Sirotkin criou coragem e resolveu conferir a situação do asfalto. Charles Leclerc e Marcus Ericsson fizeram o mesmo na sequência.
Pierre Gasly foi um dos poucos a completar tempo (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
A primeira tentativa dos pilotos foi ruim, pior que a de Hülkenberg, mas logo ficou claro que a pista estava em evolução. Ninguém menos que Sirotkin virou líder na segunda tentativa, logo sendo superado por Leclerc. O tempo de Nico já não era barreira para ninguém.

O primeiro piloto de ponta a pisar fundo foi Vettel, assumindo a liderança sem muitos problemas. Mas brevemente: o alemão não aproveitou a pista progressivamente melhor, abrindo caminho para o trio Leclerc, Ericsson e Sirotkin. A bandeira quadriculada veio na sequência e, sim, a manhã de chuva terminou com dobradinha da Sauber.

F1 2018, GP da Alemanha, Hockenheim, Treino livre 3:

1 C LECLERC Sauber Ferrari 1:34.577   8
2 M ERICSSON Sauber Ferrari 1:35.000 +0.423 9
3 S SIROTKIN Williams Mercedes 1:35.334 +0.757 9
4 S VETTEL Ferrari 1:35.573 +0.996 5
5 P GASLY Toro Rosso Honda 1:35.659 +1.082 6
6 B HARTLEY Toro Rosso Honda 1:36.151 +1.574 6
7 N HÜLKENBERG Renault 1:36.873 +2.296 4
8 K RÄIKKÖNEN Ferrari 1:37.755 +3.178 4
9 L STROLL Williams Mercedes 1:38.393 +3.816 7
10 R GROSJEAN Haas Ferrari     2
11 K MAGNUSSEN Haas Ferrari     2
12 M VERSTAPPEN Red Bull Tag Heuer     1
13 F ALONSO McLaren Renault     1
14 S VANDOORNE McLaren Renault     2
15 D RICCIARDO Red Bull Tag Heuer     1
16 C SAINZ JR Renault     2
17 V BOTTAS Mercedes     2
18 E OCON Force India Mercedes     2
19 S PÉREZ Force India Mercedes     1
20 L HAMILTON Mercedes     2
    Tempo 107% 1:41.197 +6.620  
           
REC M VERSTAPPEN Red Bull Tag Heuer   1:13.085  
MV K RÄIKKÖNEN Ferrari   1:13.780