Circuito de Buddh batiza zebra com nome de Massa após problemas enfrentados pelo piloto em 2011

Organização da prova indiana fez ajustes a algumas zebras do circuito, mas negou que elas tenham provocado as quebras na suspensão de Felipe Massa no evento do ano passado

Os problemas que Felipe Massa teve na primeira edição do GP da Índia não foram esquecidos pelos orgenizadores da prova asiática. No ano passado, tanto a classificação quanto a corrida de Massa acabaram depois de o brasileiro quebrar a suspensão ao passar por uma das chicanes do circuito. Relembrando os ocorridos, a zebra da curva 8 foi batizada com o nome do piloto da Ferrari.

Em 2011, Massa se classificou na sexta posição, apesar da quebra da suspensão dianteira direita na terceira parte da sessão que definiu o grid de largada. Na corrida, ele abandonou na volta 32. Desta vez, foi a suspensão dianteira esquerda que não resistiu aos trancos. Antes de deixar a corrida, o brasileiro já havia se envolvido em um controverso acidente com Lewis Hamilton – um dos muitos que os dois protagonizaram no ano passado.

O GP da Índia de 2011 foi um tanto tumultuado para Felipe Massa (Foto: Ferrari)

Em entrevista ao jornal indiano ‘The Times of India’, um porta-voz do circuito negou que um defeito das zebras tenha provocado as quebras de Massa: “Questionamentos foram feitos pela Ferrari, mas as quebras da suspensão de Massa não tiveram nada a ver com as zebras”.

Apesar da brincadeira com o episódio, ajustes foram feitos às zebras da sequência das curvas 6, 7, 8 e 9. Elas foram apliadas de cinco para quinze metros, numa tentativa de minimizar os cortes de curvas que aconteceram em 2011. “Adicionamos mais zebras para deter ainda mais os pilotos”, explicou o porta-voz. 17ª etapa do Mundial de 2012, o GP da Índia está marcado para o dia 28 de outubro, com largada às 7h30 de Brasília.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube